Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Cefet/RN pesquisa resíduos sólidos de rede hoteleira local
Início do conteúdo da página
Notícias

Cefet/RN pesquisa resíduos sólidos de rede hoteleira local

  • Terça-feira, 19 de abril de 2005, 14h12

O Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do Norte (Cefet/RN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento do Rio Grande do Norte (Funcern) desenvolveram o projeto Caracterização e Alternativas de Tratamento dos Resíduos Sólidos da Rede Hoteleira do Pólo de Turismo Costa das Dunas, que tem como objetivo analisar os resíduos sólidos gerados pelos meios de hospedagem da região, para propor alternativas de gestão dos resíduos pelos empreendimentos hoteleiros.

A pesquisa, coordenada pela professora de gestão de resíduos urbanos e saneamento ambiental II, Régia Lúcia Lopes, teve a participação dos alunos Josivan Cardoso Moreno, João Carlos de Almeida e Hudson Paulinelli Gomes da Silva. Foi desenvolvida de 5 de setembro de 2002 a 28 de fevereiro de 2005, com recursos do Fundo de Desenvolvimento Científico do Nordeste, do Banco do Nordeste. "Foi feita a avaliação econômica de implantação de um programa de coleta seletiva para os hotéis do Pólo de Natal e Tibau do Sul, levando em consideração aspectos ambientais e sociais", disse a professora.

O Pólo Costa das Dunas fica no litoral leste e recebe a maioria dos turistas. Até janeiro de 2002 o pólo tinha 14 municípios. O turismo no Rio Grande do Norte é a segunda maior atividade econômica do estado. O fluxo aumentou 30,8% de 2003 para 2004, em um 1,7 milhão de turistas. "Esse fluxo gera impactos e riscos ambientais", informou Régia Lúcia.

A necessidade do projeto foi evidenciada a partir da participação do Cefet/RN no Conselho de Turismo do Pólo de Turismo Costa das Dunas, quando foi diagnosticada a precária situação da gestão dos resíduos na maioria dos municípios. "A coleta e a destinação do lixo devem ser feitas pelas prefeituras. A disposição dos resíduos sólidos no Pólo de Turismo Costa das Dunas não difere da realidade nacional. Cerca de 80% do lixo gerado na área do Pólo são coletados, mas não há sistemas de destinação e tratamento adequados. O projeto aponta a coleta seletiva, a reciclagem dos resíduos inorgânicos e a compostagem do material orgânico como soluções", disse.

A viabilidade econômica vai aproximar o poder público e empresários para tratar resíduos sólidos como alternativa de sustentabilidade ambiental para a região. "A separação e classificação dos resíduos e a compostagem do lixo orgânico trarão benefícios sociais, ambientais e econômicos para o setor turístico", concluiu a professora, que apresentará a pesquisa para o Conselho de Turismo do Pólo de Turismo Costa das Dunas. Interessados em conhecer o projeto podem procurar Régia Lúcia Lopes no endereço eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Repórter: José Leitão

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página