Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias
Início do conteúdo da página
Notícias

Presidente lança Olimpíada de Matemática

  • Quarta-feira, 18 de maio de 2005, 07h23

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, lança na próxima quinta-feira, dia 19, a 1ª Olimpíada de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). À solenidade de lançamento, às 10h30, no Palácio do Planalto, estarão presentes os ministros da Educação, Tarso Genro, e da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos.

Quase três milhões de estudantes já foram inscritos por suas escolas para a competição, na qual alunos da quinta à oitava série do ensino fundamental e médio de escolas públicas resolverão problemas de matemática. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 próximo.

Com o lema Somando Novos Talentos para o Brasil, a olimpíada visa a estimular o estudo de matemática, além de identificar talentos e abrir aos estudantes caminhos nas áreas científica e tecnológica. A iniciativa aproxima aluno e professor, que treinarão juntos. Os professores devem incentivar os estudantes a desenvolver habilidades e métodos de pensamento e de trabalho. A maioria dos alunos brasileiros não atinge os indicadores mínimos de desempenho em matemática estabelecidos pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

A Obmep é dividida em três níveis: alunos de quinta e sexta séries, de sétima e oitava e estudantes do ensino médio. As provas serão aplicadas em duas fases. A primeira, prevista para 16 de agosto, é objetiva, com 20 questões de múltipla escola. Os alunos farão a prova na própria escola. A segunda, em 8 de outubro, será discursiva, com seis a oito questões, diferenciadas por nível.

Prêmios - Os vencedores serão premiados com 1.110 medalhas de ouro, prata e bronze e certificados de menção honrosa. Aos 2.001 primeiros colocados serão oferecidas bolsas de iniciação científica júnior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), órgão do Ministério de Ciência e Tecnologia. Os professores dos cem melhores alunos ganharão estágio de 15 dias no Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), vinculado ao ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). As escolas dos 27 alunos mais bem classificados ganharão laboratórios de computação e certificados de mérito nacional. Estão trabalhando nas Olimpíadas 51 coordenadores regionais espalhados por todo o País.

Até às 11h30 de dia 17, 6.323 escolas inscreveram 2.715.256 alunos. São Paulo tem o maior número de inscritos (540.517 estudantes, de 1.171 escolas), seguido do Ceará (333.538, de 831 instituições). Não há limite de participantes por escola.

A Olimpíada de Matemática é uma iniciativa conjunta do MEC, do Ministério de Ciência e Tecnologia, do Impa e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), com o apoio do Ministério do Esporte e de empresas estatais.

História - Fred Palmeira, professor do Departamento de Matemática da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio, destaca que a olimpíada existe desde o século XIX, quando foi realizada na Hungria. No Brasil, surgiu em 1979, mas será realizada agora, pela primeira vez, entre escolas públicas. O foco estava voltado para os melhores alunos. Este ano, porém, terão oportunidade todos os interessados. "É uma maneira de descobrir talentos para a matemática", disse o professor. A premiação, segundo ele, incentiva a participação.

As fichas de inscrição devem ser preenchidas pelas escolas e enviadas ao Impa/Obmep - Caixa Postal 34021, CEP 22460-320, Rio de Janeiro (RJ). O formulário e outras informações estão disponíveis também na internet. Mais informações pelos telefones 0800 616161 e (21) 2529-5084 e no endereço eletrônico O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Repórter: Susan Faria

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página