Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Frequência escolar de alunos bate mais um recorde da série histórica
Início do conteúdo da página
Notícias

Tarso Genro abre seminário sobre conversão da dívida externa em educação

  • Terça-feira, 28 de junho de 2005, 10h55

Foto: João OhanesO ministro da Educação, Tarso Genro, abriu na manhã desta terça-feira, 28, em São Paulo, o Seminário Educação e Investimento - Conversão da Dívida para o Desenvolvimento. Durante todo o dia, serão apresentados na sede da Bolsa de Valores do Estado de São Paulo (Bovespa) vários estudos sobre a viabilidade do processo de troca da dívida brasileira. O presidente da Bovespa, Raymundo Magliano, destacou a importância do seminário: "Estamos hospedando um seminário fundamental para a redução da deficiência que, ainda hoje, há na educação", disse.

Já Carlos Simonsen Leal, presidente da Fundação Getúlio Vargas, afirmou que a FGV prestará toda a ajuda ao Ministério da Educação para que o processo de conversão da dívida caminhe de forma positiva. Além da FGV, também são parceiros do MEC no evento a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o jornal Valor Econômico, a Bovespa e a Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

"Estamos aqui hoje porque a educação é uma questão de todos, ou seja, uma prioridade que necessita de mais investimentos", garantiu o representante da Unesco no Brasil, Jorge Werthein. O ministro Tarso Genro reafirmou que a conversão da dívida só pode se dar numa relação de cooperação, assim como ocorreu entre a Espanha e a Argentina.

Decisões - Essa discussão no Brasil, segundo o ministro, é significativa e muito importante para todos. "São necessárias decisões políticas acertadas que envolvam credores e devedores no mesmo movimento de reduzir as diferenças sociais do nosso país", concluiu Tarso Genro.

A expectativa é para o primeiro painel do seminário: Caminhos e Viabilidade para a Troca da Dívida por Investimento em Educação. Também participam do evento o ministro da Educação da Argentina, Daniel Filmus, o secretário-geral da OEI, Francisco Piñon, e o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Luis Marinho.

Repórter: Myrian Pereira

 

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página