Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias
Início do conteúdo da página
Notícias

Plano de carreira das Ifes é adiado por falta de consenso

  • Terça-feira, 28 de junho de 2005, 14h10

O grupo de trabalho criado pelo Ministério da Educação para discutir o sistema de remuneração dos professores das instituições federais de ensino superior (Ifes) não chegou a um consenso. O MEC, então, retirou sua proposta da mesa de negociação e garantiu voltar a discutir o assunto em 60 dias. Tanto a apresentação quanto a retirada da proposta foi uma decisão tomada na segunda-feira, 27, durante reunião em Brasília.

O Ministério da Educação propôs ampliar a atual discussão, que inclui apenas a incorporação salarial da Gratificação de Estímulo à Docência (GED), da Gratificação de Atividade Executiva (GAE) e a variação dos percentuais de titulação dos professores, de forma a convergir o debate para a criação de um plano de carreira ainda este ano.

Não houve consenso. De todas as entidades presentes, o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) foi o único contrário, o que levou à retirada da proposição pelo MEC.

Duas novas reuniões ficaram marcadas para o final de julho e agosto para delinear até setembro uma proposta definitiva. A partir de agora, o grupo vai trabalhar com a perspectiva de incorporação das gratificações e de alteração dos percentuais de titulação. A idéia é que a situação salarial e de carreira dos professores universitários passe a existir a partir de janeiro de 2006.

Negociações - O secretário executivo adjunto do MEC, Jairo Jorge da Silva, garantiu que as negociações deverão estar de acordo com a política do governo federal e dentro das limitações orçamentárias. “Ainda não sabemos exatamente o impacto orçamentário total, mas calcula-se que só com a incorporação da GED aos salários serão comprometidos R$ 600 milhões. Outros R$ 370 milhões seriam gastos com os percentuais de incentivo à titularidade”, afirmou.

Participaram da reunião, entre outras entidades, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições de Ensino Superior (Andifes) e o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes). (Assessoria de Comunicação do MEC)

 

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página