Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Notícias

Pesquisa revela que educação é prioridade para o brasileiro

  • Terça-feira, 25 de outubro de 2005, 14h21

A qualidade da educação é a principal preocupação da sociedade brasileira, segundo pesquisa da Secretaria de Gestão e Comunicação Estratégica da Presidência da República, comentada nesta terça-feira, 25, pelo ministro da Educação, Fernando Haddad. “Não há desenvolvimento econômico e democracia se a população não tiver educação”, disse. Na avaliação do ministro, é preciso haver um pacto para a educação, que provoque investimentos contínuos nos próximos 20 anos, independentemente de governo ou partidos políticos. “A educação deve ser uma paixão social e não só dos educadores”, espera.

A revelação foi feita durante o lançamento do Programa Mídias na Educação, que vai formar profissionais para o uso pedagógico de tecnologias da informação e da comunicação dentro de sala de aula. O objetivo é preparar educadores para que eles tornem a aprendizagem dos alunos crítica, criativa e produtiva, a partir da utilização de mídias, como TV, vídeo, informática, rádio e impressos.

Desenvolvido por meio do ensino a distância on-line, o programa vai formar até o fim deste ano 1.200 tutores. Em 2006, serão atendidos dez mil profissionais da educação básica, a partir do envolvimento de 70 universidades em todo o país. Só em 2005, o MEC vai investir R$ 2,5 milhões para a produção de materiais e formação de tutores multiplicadores.

Tecnologia – De acordo com a diretora da TV Escola, do Ministério da Educação, Carmem Castro Neves, o programa tem seis diretrizes: ensinar o professor a produzir tecnologia, democratizar o acesso e a formação de profissionais da educação, integrar a tecnologia ao programa, promover um trabalho colaborativo, dar autonomia para as escolas implementarem outras atividades e ser referência em cursos on-line. “Queremos ensinar os profissionais a produzir, criar e inovar com as mídias”, revela.

Serão oferecidos três ciclos de formação: básico, intermediário e avançado. Segundo o secretário de Educação a Distância do MEC, Ronaldo Mota, a intenção do ministério é ampliar o programa para técnicos e comunidade, oferecendo os módulos de capacitação a partir de 2006. O Mídias na Educação é uma parceria da Secretaria de Educação a Distância (Seed/MEC), universidades públicas e secretarias estaduais de educação.

Repórter: Flavia Nery

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página