Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Confira dez dicas para ter um bom rendimento na prova
Início do conteúdo da página
Educação básica

Ministro inaugura escola de tempo integral com propostas inovadoras no Espírito Santo

  • Sexta-feira, 11 de agosto de 2017, 15h52

Nesta sexta-feira, 11, Dia Nacional do Estudante, o ministro da Educação, Mendonça Filho, visitou a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Henrique Coutinho, no município de Iúna (ES), a 190 km da capital Vitória. Na ocasião, foi inaugurada uma nova instalação destinada ao projeto Escola Viva – do qual a escola faz parte desde fevereiro deste ano –, voltado para o modelo de ensino em tempo integral, com propostas pedagógicas inovadoras e que oferecem ao estudante um aprendizado focado no mercado de trabalho.

“Estamos avançando com políticas públicas importantes, como é o caso do Novo Ensino Médio, valorizando principalmente o papel do jovem; e, ao mesmo tempo, outras políticas, como a educação em tempo integral”, explicou Mendonça Filho. Além do ministro e dos 450 estudantes presentes, participaram da solenidade o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung; o prefeito de Iúna, Weliton Virgílio Pereira; e o secretário estadual de Educação, Haroldo Corrêa. Serão oferecidas 600 vagas, em tempo integral, para estudantes do nono ano do ensino fundamental e do primeiro e terceiro ano do ensino médio.

“A educação abre portas e janelas de oportunidades para os nossos jovens”, disse o governador Paulo Hartung. “Nesse mundo competitivo em que vivemos, precisamos melhorar a qualidade da educação dos nossos jovens. É o primeiro passo para dar dignidade e competitividade ao país”. Hartung foi aluno da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Henrique Coutinho.

“Esse modelo da Escola Viva recebe apoio do governo federal para expandir ainda mais”, disse o ministro, ao inaugurar escola capixaba (Foto: Diego Dubard/MEC)

Plano – A educação em tempo integral é um dos pontos principais do Plano Nacional de Educação (PNE). Até 2016, o número de matrículas nessa modalidade em toda a rede pública era de aproximadamente 300 mil. A meta é, em três anos, assegurar 900 mil matrículas em educação de tempo integral. “Esse modelo da Escola Viva recebe apoio do governo federal para expandir ainda mais”, garantiu o ministro. “Temos 17 escolas funcionando e é política do MEC mais do que dobrar a oferta de matrículas em educação em tempo integral em todo o Brasil. ”

Ao longo da manhã, Mendonça Filho conversou com alguns estudantes. Um deles foi Erickson Santos, aluno do terceiro ano. “Acho que a Escola Viva é o grande marco para a educação aqui em Iúna”, disse o jovem. “Aqui temos um estudo de qualidade e dinâmico. Não passamos o dia inteiro estudando, mas socializamos com outros jovens e temos um contato maior com os professores. ” Com os investimentos, antigas áreas da escola também foram adaptadas e hoje a unidade conta com salas temáticas para estudo de conteúdo, biblioteca, laboratório de informática, espaços para atividades de música, prática de esportes, além de uma sala com recursos acessíveis.

Além da estrutura diferenciada e do currículo inovador, na Escola Viva os profissionais possuem dedicação integral e os alunos permanecem na instituição de ensino durante nove horas e 30 minutos diários. A carga horária é das 7h30 às 17h, sendo uma hora e 20 minutos para o almoço e dois intervalos de 20 minutos para o lanche. As refeições são ofertadas pela escola.

Ações – Durante a visita ao Espírito Santo, Mendonça Filho destacou o trabalho desenvolvido pelo MEC para que a educação se solidifique como uma base de transformação da realidade política social brasileira. “Vamos continuar investindo na área dos institutos federais de educação e nas escolas de educação técnica, vinculadas ao MEC, além de políticas consagradas e importantes, como o ProUni [Programa Universidade para Todos] e o Novo Fies [Fundo de Financiamento Estudantil], que vai proporcionar, a partir de 2018, acesso a financiamento educacional com juro zero”, finalizou o ministro.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página