Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Inscrições serão abertas no dia 16 para candidatos a bolsas em instituições particulares
Início do conteúdo da página
Pós-graduação

Aulas do mestrado profissional para servidores do MEC têm início

  • Terça-feira, 26 de setembro de 2017, 18h44

A aula inaugural do mestrado profissional voltado aos servidores do Ministério da Educação foi realizada nesta terça-feira, 26, em Brasília. A pós-graduação, na área de educação profissional e tecnológica, é fruto de uma parceria da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) com 18 institutos federais de educação profissional, ciência e tecnologia. O curso tem como objetivo a produção de conhecimento e o desenvolvimento de produtos por meio da formação dos servidores.

A titular da Setec, Eline Santos, destaca a importância da formação continuada. “A turma especial do MEC é importante porque é quem está trabalhando a política de educação profissional e pode contribuir de uma maneira mais sistêmica dentro da rede federal”, salienta.

A turma é formada por 20 servidores do quadro de carreira do MEC, aprovados em processo seletivo, dos quais 12 são vinculados à Setec. O curso tem duas linhas de pesquisa: práticas educativas em educação profissional e tecnológica, e gestão e organização do espaço pedagógico em educação profissional e tecnológica.

Essa é a segunda turma do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT). Na primeira, lançada em fevereiro deste ano, mais de 400 pessoas participaram, sendo metade da rede federal de educação profissional e tecnológica e metade da comunidade em geral.

Rony Freitas, coordenador do ProfEPT e professor do Instituto Federal do Espírito Santo, também defende a importância do mestrado profissional para o desenvolvimento de políticas de educação tecnológica. “Temos servidores de carreira envolvidos nas discussões. Isso vai facilitar os diálogos do MEC com as instituições, com a rede federal, a partir do momento em que as pessoas conhecem mais profundamente as bases teóricas que ajudam a gerir a educação profissional no Brasil”, prevê. 

O mestrado tem a duração de dois anos e será coordenado pelo Instituto Federal do Espírito Santo. As aulas serão realizadas na sede do MEC, a cada 15 dias, e serão ministradas por professores de todos os 18 institutos federais parceiros.

Assessoria de Comunicação Social

 

X
Fim do conteúdo da página