Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Licitações
Início do conteúdo da página
Educação profissional

Ministro recebe pauta de demandas de nova diretoria do Conif e reforça compromisso do MEC

  • Quinta-feira, 08 de março de 2018, 19h23


O ministro da Educação, Mendonça Filho, recebeu a visita, na tarde desta quinta-feira, 8, da nova diretoria do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif). Eleitos para um mandato de um ano em fevereiro passado, os representantes do órgão visitaram o Ministério pela primeira vez, trazendo uma pauta de continuidade de projetos que englobam vários setores do ensino federal.

Na reunião, o presidente do Conif, Roberto Gil Rodrigues Almeida, apresentou ao ministro algumas demandas que o conselho julga essenciais para o andamento de melhorias nas várias unidades das instituições federais de educação profissional, científica e tecnológica espalhadas pelo Brasil, como o aumento do quadro de professores, a elevação no número de vagas ofertadas e a conclusão de obras nos campi.

“Mostramos preocupações que temos diante da rede, como a questão de orçamento, vagas para professores e administrativos e consolidação de algumas unidades que ainda estão em construção e precisam de obras, como refeitórios, biblioteca e quadra coberta”, explicou Roberto Gil. Atualmente, segundo ele, as unidades vinculadas ao Conif chegam a quase 650 em todo o Brasil.

Destacando a importância do encontro, o ministro Mendonça Filho acolheu as demandas apresentadas e reforçou o compromisso da pasta de fortalecer o ensino nas instituições federais de educação profissional, científica e tecnológica. “É muito importante receber o que foi apresentado pelo conselho e encaminhar às áreas específicas do ministério para que este setor educacional continue se fortalecendo em todas as unidades”, pontuou.

O ministro Mendonça Filho disse aos novos diretores do Conif que o MEC atuará para continuar fortalecendo a educação profissional e tecnológica (Foto: Luís Fortes/MEC)

Roberto Gil também destacou que o órgão está realizando um estudo técnico cujo objetivo é detectar os gargalos que existem nos vários campi. De acordo com o dirigente, o levantamento é basicamente técnico, no qual o órgão poderá, junto à pasta educacional, descobrir as carências em infraestrutura, como salas, quadras poliesportivas, refeitórios, entre outros pontos, e otimizar a aplicação dos recursos financeiros.

titular da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), Eline Nascimento, reforçou a posição de diálogo do MEC com a rede federal e a atenção às demandas. “Todas estão sendo tratadas no nível técnico com apoio tanto da secretaria, quanto do próprio ministro na resolução. São questões complexas e logicamente envolvem, inclusive, outros ministérios. Toda a plataforma vem também para nos dar números que ajudem a conduzir a política da educação profissional”, completou.

Também participaram da reunião o secretário executivo adjunto, Felipe Sartori Sigollo, o diretor de desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, Romero Portella Raposo Filho, e o vice-presidente do Conif, Sérgio Teixeira Costa, bem como os diretores administrativo, Luiz Simão Staszczak, de relações institucionais, Carla Comerlato Jardim, e financeiro, Uberlando Tiburtino Leite.

Conif - O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica congrega todas as instituições federais de educação profissional, científica e tecnológica do Brasil, somando atualmente 644 unidades, reunidas em 38 institutos federais, dois centros federais de educação profissional e tecnológica e o Colégio Pedro II.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página