Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Nova gestão

Novo ministro é recebido pelos servidores do MEC e assegura prioridade às políticas públicas atuais

  • Quarta-feira, 11 de abril de 2018, 13h45

O ministro da Educação, Rossieli Soares, teve na manhã desta quarta-feira, 11, em Brasília, o primeiro encontro com os servidores do MEC. Diante de um auditório lotado, o novo chefe da pasta mandou uma mensagem de boas-vindas aos colaboradores e fez questão de reafirmar que sua gestão será pautada pela continuidade das políticas públicas em andamento.

Rossieli destacou que o MEC tem prioridades estabelecidas, nos últimos dois anos, que visam a um processo de construção de políticas importantes e estruturantes para a educação de todo o país. “O Novo Fies, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a reforma do ensino médio, o Mais Alfabetização e a formação de professores são projetos que não podem ser descontinuados”, afirmou. “Se temos uma prioridade no MEC hoje, é garantir que façamos um debate com a sociedade e que continuemos nos caminhos já iniciados na gestão do [ministro] Mendonça Filho e no governo do presidente da República, Michel Temer”.

Empossado no último dia 10 de abril pelo presidente Michel Temer, o novo ministro foi vice-presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed), entre 2015 e 2016, e passou a exercer o cargo de secretário de Educação Básica (SEB) do MEC em maio de 2016. Com essa expertise, o gaúcho de Santiago conhece bem os assuntos relacionados à educação básica, como a reforma do ensino médio e a BNCC infantil e do ensino fundamental.

11/04/2018 Ministro Rossieli Soares da Silva dá boas vindas aos funcionários do MECCom o novo desafio, Rossieli lembrou que precisará da ajuda de todos para se inteirar dos assuntos da pasta, e aproveitou a oportunidade para agradecer o empenho e dedicação de todos os servidores. “Mendonça Filho fez um grande trabalho aqui no MEC porque tinha uma excelente equipe”, destacou. “Eu espero a mesma a dedicação, a mesma paixão pela educação que vocês têm demonstrado. Em todos os níveis, as pessoas acreditam naquilo que estão fazendo. Acho que isso é a coisa mais importante, que vocês continuem acreditando, que continuem querendo transformar a educação. ”

Parcerias – Ao fim do encontro, o ministro assegurou que vai seguir com as parcerias feitas com as instituições ligadas à educação, como a União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif). “Essas parcerias precisam continuar. Conto com essas instituições para discutir a continuidade da agenda da educação no país, além do aprimoramento desse debate”, finalizou o ministro.

Assessoria de Comunicação Social

 

X
Fim do conteúdo da página