Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Reditec

Gestores promovem reunião para debater a educação tecnológica

  • Sexta-feira, 14 de setembro de 2018, 14h54

Búzios (RJ), 14/09/2018 – Desde o início da semana, gestores da educação profissional e tecnológica do Brasil e de diversos países debatem a formação, o compartilhamento de experiências e a consolidação de parcerias, promovendo uma reflexão sobre a educação profissional, durante a 42ª Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec). O evento, encerrado nesta sexta-feira, 14, na sede do Instituto Federal Fluminense (IFF), em Búzios (RJ), contou com a presença do ministro substituto da Educação, Henrique Sartori.

“Preciso destacar aqui o compromisso que o MEC tem tido com a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, bem como com a valorização e, sobretudo, o empenho para se colocar o status da educação profissional e tecnológica no lugar em que ela deve estar”, afirmou Sartori. “Esse é um exemplo do que vimos aqui nesse encontro da Reditec: inovação, tecnologia, desenvolvimento, coragem e desprendimento.”

Em seu discurso, o ministro substituto da Educação aproveitou a oportunidade para destacar a missão institucional que um instituto federal e a rede têm. “[É] o engajamento cotidiano, diário, de reaprender, de reescrever, de reinventar e de trazer para o jovem essa nova perspectiva de vida, de desenvolvimento e a inserção dele na sociedade”, concluiu.

Debates – Promovida pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC, a Reditec é voltada a reitores, pró-reitores, diretores sistêmicos e diretores-gerais de campi dos institutos federais.

 O Trabalho no Século XXI – Globalização, Inovação, Educação Profissional e Tecnológica: Caminhos e Desafios Para Inclusão foi o tema central do encontro, do qual participaram cerca de 1.100 gestores. Os debates giraram em torno da atuação da Rede Federal em sintonia com as demandas presentes e futuras da sociedade, do mundo do trabalho e suas transformações.

O secretário da Setec, Romero Raposo, destacou a qualidade dos debates e das discussões em busca de uma educação profissional e tecnológica de qualidade. “Estou orgulhoso por ter participado da Reditec”, disse. “Tivemos ótimas reuniões e encontros, e a qualidade do debate e o nível do diálogo elevou o patamar do evento. A forma como estamos resolvendo os problemas da rede é muito madura, e juntos conseguiremos alcançar melhores resultados.”

Durante toda a semana, o evento teve palestras seguidas de mesas de debate; sessões de experiências internacionais, com apresentação dos modelos de educação profissional e casos de sucesso de diversos países; a Mostra de Experiências Exitosas, com apresentação de 128 projetos da Rede Federal, assinados por servidores e estudantes do Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), no sentido de compartilhar e socializar ações do ensino, da pesquisa e da extensão; além das reuniões dos diversos fóruns temáticos e dos diretores-gerais de campi de todas as regiões do Brasil.

Internacionalização – Uma das novidades da Reditec deste ano foi o caráter internacional do encontro, o que representa um importante passo na construção de discussões e parcerias cada vez mais profundas e consolidadas para o futuro da formação profissional no Brasil e no mundo.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página