Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias
Início do conteúdo da página
Rede Escola

Comunicação de massa é destaque no programa desta sexta, 30

  • Sexta-feira, 30 de novembro de 2018, 11h16

A chamada educomunicação – que tem como conceito básico a comunicação de massa e a mídia usadas como elementos educacionais – é um dos destaques da edição desta sexta, 30, do Rede Escola, no ar às 19h, pela TV Escola. O primeiro a falar sobre esse assunto é o professor Ismar de Oliveira Soares, mestre e doutor em ciências da comunicação da Universidade de São Paulo (USP) e, desde os anos 1970, dedicado ao estudo da relação entre mídia, comunicação de massa e educação.

Na sequência, quem entra em cena é o documentarista Silvio Tendler, que fala sobre a importância educativa do cinema e do audiovisual. A exemplo de alguns dos mais importantes cineastas de sua geração, ele foi formado com base nos cineclubes – que se reinventaram e expandiram as fronteiras para dentro das salas de aula. Também participa dessa entrevista a cineasta Carla Camurati, que conversa sobre o Festival Internacional do Cinema Infantil – este ano, aberto às escolas públicas do Rio de Janeiro.

Em outro bloco, a repórter Emy Lobo bate um papo com estudantes do ensino médio sobre o cinema na sala de aula. Assim como Silvio Tendler, os entrevistados têm como tema central de seus relatos a importância do audiovisual no auxílio ao ensino tradicional.

Na coluna Caminhos da educação, o jornalista Antônio Gois analisa um recente estudo lançado nos Estados Unidos, alertando que o incentivo exagerado no aprendizado nas áreas científicas e tecnológicas pode ser improdutivo e estreitar o currículo escolar.

Ainda nesta edição, o programa desta sexta traz a terceira parte da série Anima Mundi/Anima Escola, dirigida por Aída Queiroz, que vai falar sobre os diferentes tipos de animação. Complementando a reportagem, a professora Andréa Liguori mostra a aplicação desse recurso com os alunos da escola municipal Pires Albuquerque, no Rio de Janeiro.

História – Diversificado em seus focos, o Rede Escola também apresenta nesta sexta-feira uma reportagem especial sobre o projeto Qual é a graça?, desenvolvido por alunos da escola municipal Herbert Moses, no Rio de Janeiro. Com coordenação do professor Luiz Henrique Rosa, os estudantes dessa instituição criaram o Jardim da Concórdia, povoado por árvores e outras plantas que remetem à vinda dos escravos africanos para o Brasil.

A ação é inspirada na história de Manoel Congo, que promoveu a maior revolta de escravos do estado do Rio de Janeiro durante o Ciclo do Café – período compreendido entre os anos de 1800 e 1930 e marcado pela expansão da economia brasileira graças ao cultivo desse grão. Sufocado pelas forças de repressão da época, o movimento de libertação escravagista fracassou e Manoel Congo foi sentenciado à morte. Ele passou os últimos dias de sua vida preocupado se sua filha Concórdia, de cinco anos, entenderia que ele não a estava abandonando.

Rede Escola vai ao ar às sextas-feiras, às 19h, com apresentação de Elaine Benício. O programa tem reprises aos sábados, às 16h, domingos, às 12h; e segundas-feiras, às 12h30.  A atração também está disponível nos endereços da TV Escola no Twitter, no Instagram, no Facebook e no Youtube, bem como no site da emissora.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): mídia , história , Rede Escola
X
Fim do conteúdo da página