Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Educação básica

Tecnologia como estímulo ao ensino médio

  • Terça-feira, 13 de fevereiro de 2007, 10h44

O Ministério da Educação estimula o uso da tecnologia na aprendizagem com o Programa Nacional de Informática na Educação (ProInfo) e a distribuição de equipamentos de informática nas escolas de ensino médio. “A tecnologia no processo educacional depende de um conjunto de fatores, como acesso ao computador, à conectividade, a conteúdos adequados e, principalmente, a professores qualificados para usar a tecnologia com os alunos”, enumerou o secretário de educação a distância do MEC, Ronaldo Mota, nesta terça-feira, dia 13, na abertura do encontro nacional de coordenadores do ProInfo e TV Escola, em Brasília.

Segundo o secretário, o acesso dos alunos da rede pública à tecnologia  depende do engajamento de todas as esferas de governo. Nos  próximos meses, o MEC concluirá a distribuição de computadores a todas as instituições públicas de ensino médio. Mota cita a importância dos núcleos de tecnologia educacional (NTE) de cada estado. “Há dificuldades que os coordenadores conhecem melhor do que nós, do MEC, como as condições adequadas para a instalação de laboratórios”, disse.

Na avaliação da coordenadora do NTE de Florianópolis, Luciana Bitencourt, o encontro, que termina nesta quarta-feira, 14, vai possibilitar a convergência de mídias para aprimorar o acesso e a inclusão digital. “Essa convergência vai melhorar a capacitação de educadores em relação à produção de mídias digitais para que o professor consiga usar esse material com os alunos em sala de aula”, explicou.

Programas — O ProInfo universaliza o uso de tecnologias de informação e comunicação nas escolas públicas de ensino básico. Já foram beneficiados pelo programa cerca de seis milhões de alunos e 218 mil professores de 5.140 escolas. A TV Escola exibe documentários, debates e séries educativas nas instituições de ensino e já veiculou mais de seis mil programas. São 17 horas de programação, divididas nas áreas de ensino infantil, fundamental e médio; Salto para o Futuro e Escola Aberta e uma faixa especial de cursos de espanhol, francês e inglês.

Flavia Nery

 

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página