Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Trilhas da Educação

Estudante maranhense é medalha de ouro em três edições da Olimpíada de Matemática

  • Sexta-feira, 12 de julho de 2019, 09h15

O estudante Eduardo Silva Feitosa comemora o fato de estar mais uma vez entre os estudantes que ganharam medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). A conquista na 14ª edição da premiação foi a terceira na trajetória escolar do aluno.

O estudante foi premiado com a medalha de ouro nas edições de 2016, 2017 e 2018 da OBMEP. “Desde pequenininho, gostei de matemática. Sempre tive habilidade com números. Conheci a Olimpíada de Matemática que foi muito bom porque me abriu novos caminhos”, disse.

O jovem, natural de Balsas, no Maranhão, já coleciona seis medalhas na maior olimpíada estudantil do país. “Quando ganhei minha primeira medalha de bronze fiquei bastante feliz. Pensei: um dia vou tirar medalha de ouro. Aí, o que eu fiz? Estudei bastante”, explicou.

A trajetória de estudos não foi fácil. Sem internet em casa, Eduardo procurou livros de concurso público, ganhou livros de pessoas solidárias e estudou sozinho em casa.

Agora, Eduardo se prepara para o Enem e espera ingressar na faculdade de Matemática. O desejo é seguir carreira como professor. “Quero ser professor. Como a matemática mudou a minha vida, também pode mudar a vida de muitas pessoas”, acredita.

O premiado diz que a Olimpíada de matemática foi responsável pelas oportunidades que conquistou e agradece aos professores e aos que o incentivaram nessa jornada. “Se não fosse a OBMEP, nunca teria viajado de avião na minha vida. [...] Sou grato pelos meus professores, pelas pessoas que me incentivaram”.

Saiba mais – A história do Eduardo é o tema da edição desta sexta-feira, 12 de julho, do programa Trilhas da Educação, da Rádio MEC.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página