Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias
Início do conteúdo da página
Trilhas da Educação

Formada em gastronomia, mulher de 81 anos quer fazer pós-graduação

  • Sexta-feira, 11 de outubro de 2019, 09h18

Dona Moísa fez o Enem depois dos 70


Moísa Martins Machado, 81 anos, é um exemplo aos jovens brasileiros que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nos dias 3 e 10 de novembro. A pernambucana fez a prova depois dos 70 anos, formou-se em gastronomia e continua apaixonada pelos estudos. Agora, ela busca uma pós-graduação.

Dona Moísa criou os filhos sozinha e conseguiu fazer com que todos eles se graduassem. Depois de sete décadas de vida, decidiu que não ficaria para trás.

A pernambucana ficou órfã de pai e mãe logo aos oito anos, começou a trabalhar cedo para ajudar no sustento do lar que a acolheu e se casou aos 17 anos. Apenas com o primário, teve de se desdobrar para criar os filhos após se divorciar. “O bicho pegou, pois eu tinha de trabalhar de manhã, de tarde e de noite. Percebi também que tinha de me aperfeiçoar e aprender mais. Foi então que fiz um monte de cursos, como datilografia, manicure, cabeleireiro”, conta.

Em 2011, a gana pelos estudos levou Dona Moísa ao ensino superior. Os filhos já estavam crescidos e formados e ela decidiu se graduar. “Coloquei na cabeça que faria uma faculdade, que não tinha tempo a perder”, lembra a pernambucana, à época com 73 anos.

Dona Moísa terminou o ensino médio, passou no Enem e fez gastronomia. E gosta tanto de estudar que hoje, formada, matriculou-se em uma pós-graduação de confeitaria. “Enquanto eu viver e estiver lúcida, quero estudar”, destaca Dona Moísa.

Saiba mais – A história de estudos após os 70 anos de Dona Moísa é o tema da edição desta sexta-feira, 11 de outubro, do programa Trilhas da Educação, da Rádio MEC.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página