Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Trilhas da Educação

Escola pública de Brasília tem sala para alunos com altas habilidades

  • Sexta-feira, 08 de novembro de 2019, 14h06

Espaço oferece atendimento diferenciado no contraturno

Crianças que criam aplicativo de celular para ajudar no combate à dengue. Outras desenvolvem ferramentas para auxiliar pessoas com deficiência. O Centro de Atenção Integral a Criança (CAIC) de São Sebastião, a 30 quilômetros do centro de Brasília, tem um espaço conhecido como sala de recurso, para receber estudantes com altas habilidades e superdotação.

O local recebe estudantes que se destacam em áreas do conteúdo curricular ou pelo seu potencial artístico. Maquetes, robôs, pinturas e pôsteres científicos compõem a sala. Pelo menos uma vez por semana, no contraturno escolar, os alunos participam de atividades.

“É uma habilidade acima da média. O aluno se destaca em alguma área do conteúdo formal, trabalho na escola, em alguma outra área do conhecimento humano. Alguns, às vezes, em conteúdos que não são trabalhados na escola”, explicou a professora Andrea da Rocha, responsável pelo espaço.

Um exemplo de trabalho desenvolvido pelos estudantes é uma bicicleta feita com canos de PVC. Foram dois meses de trabalho da turma. “Nós usamos algumas ferramentas: serramos pra fazer as medidas, usamos o paquímetro, usamos régua, serrote, várias coisas”, relatou Gustavo, de 10 anos, um dos envolvidos no projeto.

O trabalho envolveu desde os alunos mais novos até os adolescentes. Desenvolveram trabalho em equipe e conceitos de Matemática. Desse invento, veio a ideia: empregar a técnica usada na construção da bicicleta para fazer algo ainda mais útil à sociedade: uma cadeira de rodas elétrica. O projeto ainda está em andamento.

A rede pública de ensino do Distrito Federal atende 1.745 alunos com altas habilidades ou superdotados. São 61 professores especializados no assunto. Em média, cada estudante permanece nas turmas de três a cinco anos. No local, podem desenvolver suas habilidades e se aprofundar nas áreas de que mais gostam.

Saiba mais – A história dos alunos com altas habilidades atendidas no CAIC de São Sebastião é o tema da edição desta sexta-feira, 8 de novembro, do programa Trilhas da Educação, da Rádio MEC.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página