Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC abre 31,7 mil vagas de cursos técnicos e de qualificação profissional em EaD
Início do conteúdo da página
Hospitais universitários

Ebserh contrata mais de 1.000 profissionais temporários para combate à Covid-19

  • Quarta-feira, 20 de maio de 2020, 18h03

Aumento da força de trabalho é resultado de edital com possibilidade de contratação de 6 mil profissionais

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) já contratou 1.112 profissionais temporários para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. Eles estão sendo alocados, conforme a necessidade, nos 40 hospitais universitários federais da empresa pública vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

Os profissionais iniciaram a atuação após a publicação do edital para a contratação temporária de cerca de 6 mil profissionais, dependendo da demanda dos hospitais. A Ebserh já convocou um total de 5,2 mil profissionais no processo seletivo emergencial.

“O nosso objetivo é suprir as necessidades da população por atendimento, e isso inclui investimentos e mão de obra qualificada, de trabalhadores motivados e dispostos para o desafio que nos foi colocado”, afirma o diretor de Gestão de Pessoas da Ebserh, Rodrigo Barbosa.

Com o edital, foram autorizadas aproximadamente:

  • 900 vagas para médicos (nas especialidades de Medicina de Emergência, Anestesiologia, Clínica Médica e Medicina Intensiva);
  • 1,4 mil enfermeiros (incluindo as especialidades de Terapia Intensiva e de Urgência e Emergência);
  • 3 mil técnicos em enfermagem;
  • 500 fisioterapeutas; e
  • 100 vagas para engenheiros (clínico e mecânico) e arquitetos, necessários para promover as mudanças estruturais exigidas para a acomodação de pacientes infectados pela Covid-19.

De acordo com a Ebserh, não houve impacto nos concursos públicos em andamento, que continuam seguindo seus trâmites normais.Além do aumento na força de trabalho na luta contra o coronavírus, investimentos em medicamentos, infraestrutura e equipamentos já possibilitaram, até agora, a oferta de 1.722 leitos exclusivos para o atendimento e apoio a pacientes suspeitos ou contaminados pelo coronavírus.

Atuação da Rede Ebserh - Para o enfrentamento da pandemia de Covid-19, a Rede Ebserh implementou o Comitê de Operações Especiais (COE) para definir estratégias e ações em nível nacional. Desde os primeiros anúncios sobre a Covid-19, a Rede Ebserh tem trabalhando em parceria direta com os ministérios da Saúde e da Educação, tendo como diretrizes o monitoramento da situação no país e em suas 40 unidades hospitalares.

Assessoria de Comunicação Social, com informações da Ebserh

Assunto(s): MEC , Ebserh , coronavírus
X
Fim do conteúdo da página