Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Residências em saúde > Estudantes > Pós-graduação > Amapá agora tem mestrado reconhecido: era o único estado que faltava
Início do conteúdo da página

Programa de intercâmbio entre Brasil e Argentina abre inscrições

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (Capes/MEC) e a Secretaria para a Tecnologia, a Ciência e a Inovação Produtiva (SECyT), do Ministério de Educação, Ciência e Tecnologia da Argentina, estão com inscrições abertas para o Programa Capes/SECyT, que apóia a formação de recursos humanos de alto nível nestes países, nas diversas áreas do conhecimento, por meio do intercâmbio de professores e pesquisadores de instituições de ensino superior e de pesquisa dos dois países.

Criado em 1998, o programa apóia projetos conjuntos de pesquisa e cooperação científica entre instituições de ensino superior brasileiras e argentinas. Entre seus objetivos, esses projetos devem ter: a formação de recursos humanos em nível de pós-graduação e o aperfeiçoamento de professores; a troca de informações científicas, bem como a produção conjunta de documentação especializada e de publicações científicas e/ou técnico-científicas; e a valorização intelectual e a aplicação conjunta dos resultados técnico-científicos dos cursos.

Cada equipe ou curso de pós-graduação poderá apresentar apenas um projeto que deverá, obrigatoriamente, estar vinculado a um programa de pós-graduação stricto sensu avaliado pela Capes, preferencialmente com conceitos 5, 6 ou 7.

É necessário apresentar a concordância do curso de pós-graduação e da pró-reitoria de pós-graduação da instituição, apontando o interesse institucional no projeto. No caso de projeto em rede ou associado deve haver também a concordância da pró-reitoria da instituição co-participante.

Modalidades - A coordenadora adjunta de Cooperação Internacional (CGCI/Capes), Fátima Battaglin, diz que o programa apóia o financiamento de missões de trabalho destinadas a atividades de ensino e pesquisa dos professores da equipe proponente e bolsas de estudos para doutorado-sanduíche e pós-doutorado.

Ela ressalta que toda proposta de projeto que estiver com documentação incompleta, ou for encaminhada fora do prazo previsto no calendário, não será analisada. Mais informações estão disponíveis na página eletrônica da Capes.

Repórter: Fátima Schenini

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página