Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Residências em saúde > Estudantes > Pós-graduação > Capes receberá projetos para criação de mestrado profissional
Início do conteúdo da página

Capes receberá projetos para criação de mestrado profissional

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) vai receber, a partir de 1º de agosto a 30 de setembro, projetos para a criação de mestrados profissionais em 26 áreas do conhecimento. O objetivo é aumentar a oferta de mestrado profissional que hoje atinge aproximadamente 7% do total de 1.900 programas de pós-graduação existentes no Brasil.

De acordo com o diretor de Avaliação da Capes, Renato Janine Ribeiro, além de municiar melhor os setores sociais da administração pública e das organizações não-governamentais, a intenção é contribuir para aumentar o crescimento econômico do país. "Os cursos de mestrado profissional permitem uma transferência rápida e de qualidade do conhecimento científico para a sociedade", afirma. Ele acrescenta que as empresas que contratam profissionais com esta formação têm a chance de elevar sua produtividade.

Janine explica a diferença entre o mestrado acadêmico e o mestrado profissional: "O primeiro busca formar, a longo prazo, um pesquisador com profunda imersão na pesquisa. No mestrado profissional também deve ocorrer a imersão na pesquisa, mas o objetivo é formar alguém que, no mundo profissional externo à academia, saiba localizar, reconhecer, identificar e sobretudo utilizar a pesquisa de modo a agregar valor a suas atividades, sejam estas de interesse pessoal ou social".

Requisitos – Os critérios para criação de mestrado profissional são os mesmos do acadêmico. É necessário que o docente pesquise e que tenha doutorado e mantenha produção científica constante, devidamente avaliada pelos parâmetros da sua área. Na apreciação das propostas, serão considerados, entre outros pontos, os trabalhos de conclusão de curso que devem, preferencialmente, constituir casos de aplicação de conhecimento científico ao ambiente profissional para o qual se volta o curso e demonstrar produção em campos aplicados no referido ambiente profissional.

A Capes recebeu 72 propostas de cursos de mestrado profissional na abertura anterior. As áreas de administração, multidisciplinar, odontologia e saúde coletiva foram as de maior número. Atualmente, o Brasil possui 5.095 alunos de mestrado profissional.

As pró-reitorias de pós-graduação interessadas em encaminhar suas propostas devem acessar a página da Capes, onde encontrarão as orientações.

Repórter: Adriane Cunha

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página