Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Residências em saúde > Estudantes > Pós-graduação > Capes e CNPq se associam na publicação de periódicos
Início do conteúdo da página

Capes investe R$ 24 milhões em integração e cooperação científica

Consolidar programas de pós-graduação brasileiros e ampliar a oferta de cursos de qualidade são duas das metas do Programa Nacional de Cooperação Acadêmica (Procad). A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) irá investir R$ 24 milhões nos próximos quatro anos, sendo disponibilizados neste ano R$ 6 milhões para financiar projetos que ampliem a interação científico-acadêmica nas instituições de ensino superior. O período de envio das propostas está aberto a partir desta sexta, 2, e vai até o dia 14 de outubro.

O lançamento do edital faz parte das ações para a implementação do Plano Nacional de Pós-Graduação 2005-2010, que tem entre as metas melhorar a qualidade dos cursos novos e aumentar o número de doutores no país. “Queremos dinamizar e aumentar o intercâmbio entre as instituições e grupos de pesquisa nacionais. Com isso, os cursos novos conseguirão atingir um padrão de qualidade com maior rapidez”, afirma o diretor de programas da Capes, José Fernandes de Lima.

O programa é dividido em duas modalidades. A primeira é para projetos de implantação de redes de cooperação acadêmica que fortaleçam cursos de pós-graduação, núcleos ou grupos de pesquisa. A troca de experiências dever incluir cursos avaliados pela Capes com conceitos cinco (muito bom), quatro e três (bom e regular). Além disso, devem pertencer a instituições de ensino superior ou de pesquisa diferentes.

Na segunda modalidade, as propostas apresentadas deverão criar redes nacionais de cooperação acadêmica entre programas já consolidados. O objetivo é fortalecer e avançar a produção científica conjunta. O coordenador-geral do projeto deverá ter pelo menos cinco anos de doutorado e será indicado pelas equipes participantes da rede de cooperação.

Os projetos selecionados irão receber bolsas de mestrado, doutorado, auxílio-moradia e passagens aéreas. Os projetos terão duração de dois anos. Outras informações no sítio da Capes.

Repórter: Adriane Cunha

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página