Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Residências em saúde > Estudantes > Pós-graduação > Inscrições abertas para concurso sobre relações de gênero
Início do conteúdo da página

Inscrições abertas para concurso sobre relações de gênero

Estão abertas até 30 de setembro as inscrições para o 1º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero. O concurso envolve redações e monografias na área das relações de gênero, mulheres e feminismos. O objetivo é contribuir para uma área pouco pesquisada, recolhendo material e conhecimento para criação e aprimoramento de políticas públicas.

O prêmio é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, em parceria com o Ministério da Educação. É dividido em três categorias: estudantes do ensino médio, ensino superior e pós-graduação.

Os candidatos do ensino médio farão um concurso de redação. Já os alunos do ensino superior e da pós-graduação deverão fazer trabalhos científicos monográficos. Na categoria estudante de pós-graduação podem concorrer alunos matriculados em cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado, reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC).

Na categoria estudante do ensino superior podem concorrer alunos matriculados em cursos de graduação reconhecidos pelo MEC. Na categoria estudante do ensino médio podem concorrer alunos de escolas públicas, privadas e de escolas técnicas de nível médio.

Premiação – Na categoria estudantes do ensino médio, a premiação terá duas etapas. Na primeira, serão premiadas as três melhores redações de cada uma das 27 unidades da Federação. Como prêmio, os autores receberão, durante um ano, uma bolsa de iniciação científica júnior, no valor de R$ 100,00. Na segunda etapa, entre as 81 redações premiadas, serão escolhidas as quatro melhores de todo o Brasil, e seus autores receberão, também, um computador. As escolas dos estudantes premiados na segunda etapa receberão uma biblioteca de referência, com publicações no campo dos estudos das relações de gênero, mulheres e feminismos.

Na categoria estudantes do ensino superior, o prêmio será destinado, também, aos três melhores trabalhos. Será oferecida uma bolsa de iniciação científica de R$ 300,00 mensais, durante um ano e R$ 5 mil em dinheiro. Os programas de graduação a que pertençam os estudantes premiados receberão uma biblioteca de referência.

Para a categoria estudantes de pós-graduação, o prêmio será uma bolsa de mestrado ou doutorado e R$ 10 mil para os três primeiros colocados, além da biblioteca de referência para os programas de pós-graduação aos quais os premiados estão vinculados. Mais informações pela página eletrônica do Prêmio.http://igualdadedegenero.cnpq.br (Sonia Jacinto, com informações da assessoria de imprensa do CNPq)

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página