Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Residências em saúde > Estudantes > Pós-graduação > Novas atribuições da Capes são aprovadas
Início do conteúdo da página

Encerradas entrevistas para candidatos a bolsas da Capes e Fulbright

Chegou ao fim uma das etapas mais importantes do processo de seleção para bolsas de estudo da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) e da Comissão Fulbright para os Estados Unidos. Foram 111 candidatos avaliados pelos examinadores, que, além do preparo acadêmico, observaram compromisso institucional, capacidade de adaptação e maturidade emocional.

Ao todo, 115 candidatos foram selecionados para esta fase, e somente quatro não compareceram. Os nomes dos aprovados na etapa da entrevista serão divulgados no próximo dia 21.

“Estamos satisfeitos. Os candidatos tiveram oportunidade de conhecer a Capes e as pessoas que aqui trabalham”, diz a coordenadora-geral de Programas com o Exterior da Capes, Maria Luiza Lombas. Ela explica que, para facilitar a realização das entrevistas, os candidatos foram separados de acordo com as áreas de conhecimento a que pertencem.

Os entrevistadores foram 12 pesquisadores: Robert Evan Verhine, da Universidade Federal da Bahia; Martonio Mont'Alverne Barreto Lima, da Universidade de Fortaleza; Sérgio Coelho Borges Farias, da Universidade Federal da Bahia; Márcio Gomes Soares, da Universidade Federal de Minas Gerais; Lineu José Pedroso, da Universidade de Brasília; Mariano Francisco Laplane, da Universidade de Campinas; Luiz Pereira Caloba, da Universidade Federal do Rio de Janeiro; Rodrigo Costa Mattos, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Emídio Cantídio de Oliveira Filho, da Universidade Federal Rural de Pernambuco; e os representantes da Fulbright, Eudenilson Lins de Albuquerque, Jerry D'Ávila e Jana Yonat Swimmer.

Segundo o professor Emídio Cantídio, que fez entrevistas nas áreas de ciências agrárias e medicina veterinária, os candidatos são ótimos. “São jovens muito bons, e alguns são brilhantes”, diz.

Jana Swimmer, que participou de entrevistas ligadas à ecologia e às ciências biológicas, ficou impressionada com a qualidade dos candidatos. Ela acredita que a maioria tem maturidade para fazer um doutoramento fora do Brasil. “Será difícil escolher os melhores!”

A mesma opinião teve Rodrigo Costa Mattos, que avalia medicina veterinária e multidisciplinar. “Os projetos são bem elaborados, e de importância para a área. A maioria tem uma aplicabilidade”, salienta.

Prazo – Os candidatos terão até o dia 30 de abril de 2006 para apresentar toda a documentação requerida pela Capes e pela Comissão Fulbright, além de possíveis solicitações adicionais que venham a ser feitas pelas duas agências.

Repórter: Fátima Schenini

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página