Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Residências em saúde > Estudantes > Pós-graduação > Capes premia 38 teses de doutorado com bolsa
Início do conteúdo da página

Lançada nova infra-estrutura da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa

A nova infra-estrutura de rede multigigabit da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), vinculada ao Ministério de Ciência e Tecnologia será lançada nesta quinta-feira, 17, em Brasília. A RNP vai permitir comunicação mais rápida entre os centros de pesquisa e as universidades públicas e o uso de ferramentas como videoconferência e comunicação por voz pela internet. O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e os ministros da Educação, Fernando Haddad, e da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, participam da cerimônia, às 19h45, na 3ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, no Blue Tree Alvorada.

A RNP vai transmitir o espetáculo de dança Versus, que será apresentado no evento. Na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o Grupo de Trabalho em TV Digital, sob a responsabilidade do professor Guido Lemos, vai gerenciar a captura e transmissão dos dados com câmeras HDTV entre Brasília e Salvador, para gerar imagens em alta resolução. O espetáculo distribuído – em que bailarinos em Brasília e Salvador dançarão em interação – vai demonstrar o potencial multigigabit da rede.

A intenção é utilizar a apresentação de caráter cultural para fazer uma demonstração experimental do potencial da rede e da possibilidade de colaboração virtual. Para isso, será necessário utilizar, de forma intensiva, a capacidade de banda das novas conexões. A RNP integra os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal por meio de uma rede de alto desempenho, criada para dar suporte à pesquisa avançada e à educação. A nova rede óptica é interligada a outras iniciativas similares no mundo.

O Versus tem a coordenação da bailarina Ivani Santana e foi criado pelo Grupo de Dança Contemporâneo, da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia (UFBA), a partir de estudos do Grupo de Pesquisa Poética Tecnológica na Dança (UFBA/CNPq). O espetáculo terá 15 minutos. A trilha sonora é do musicólogo, instrumentista e professor da UFPB, Didier Guigui, que irá comandar três músicos em laptops, com quatro esquemas musicais.

Conferência – Com a finalidade de discutir propostas de políticas públicas para o setor, a conferência começou nesta quarta-feira, 16. Dividido em cinco grandes temas, o encontro vai debater até esta sexta-feira, 18, a geração de riqueza, inclusão social, gestão e regulamentação, áreas de interesse nacional e presença internacional. Participam do evento, políticos, empresários, pesquisadores e acadêmicos. (com informações da Agência de Notícias da UFPB)

Repórter: Sonia Jacinto

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página