Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Residências em saúde
Início do conteúdo da página

Toma posse o Conselho Superior da Capes

Os integrantes do Conselho Superior da Capes assumiram nesta quinta-feira, 14, em Brasília, com o desafio de ajudar a instituição a cumprir sua nova missão, que é a de formular políticas para a formação de professores da educação básica, além da manutenção da pós-graduação. Presente à cerimônia, o ministro da Educação, Fernando Haddad, destacou a importância da Capes no processo de melhoria da educação básica no Brasil.

Haddad afirmou que o MEC está investindo na gestão, no planejamento, na avaliação e financiamento de três mil municípios e 25 mil escolas públicas que obtiveram indicadores educacionais abaixo da média nacional. “Até o segundo ano de lançamento do PDE (Plano Nacional de Educação), vamos enviar recursos técnicos e financeiros diretamente para as escolas. Mas tudo isso não funcionaria se a Capes não assumisse a tarefa da criação do Sistema Nacional de Formação do magistério”, disse.

O Conselho Técnico Científico da Educação Básica, que também foi empossado nesta quinta-feira, irá preparar o plano do Sistema Nacional de Formação. O sistema vai tratar de temas como os cursos de licenciaturas, o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), entre outros. Para o ministro, apesar de ampliar suas atribuições, a Capes tem demonstrado também crescimento na missão de fomentar a pós-graduação. “A Capes tem comprovado isso por meio de diversas ações como a criação de cursos de mestrado e doutorado em áreas prioritárias para o país, além de diversos programas, como a Lei de Incentivo à Pesquisa, que permite empresas de abater do imposto de renda o investimento em pesquisa”, exemplificou.

Para o presidente da Capes, Jorge Guimarães, esta é uma semana especial para o MEC e para a Capes. “Estão sendo empossadas diversas personalidades brasileiras que vêm compor com o esforço da equipe do ministro Fernando Haddad. Isso completa essa tarefa de ter a educação como prioridade máxima do governo do presidente Lula. Portanto, é um prazer muito grande receber todos, especialmente porque temos representantes da sociedade de tão elevado nível e competências”, afirmou.

Conselho - O novo conselho será integrado por importantes nomes da ciência brasileira que representam a comunidade acadêmica. São eles: o pesquisador em medicina tropical, Luiz Hildebrando Pereira da Silva; o pesquisador em antropologia, Otávio Alves Velho; o professor da Universidade de São Paulo (USP), Adalberto Fazzio; o reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Alex Bolonha Fiúza de Mello; o professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Diogo Onofre Gomes de Souza; o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Luiz Davidovich; e o presidente da Fundação Antônio Prudente, Ricardo Renzo Brentani.

O setor empresarial e industrial ganha força com a nomeação de dois representantes: o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando de Queiroz Monteiro Neto, e o presidente do Grupo Gerdau, Jorge Gerdau Johannpeter, que passam a compor o conselho. Também integram o conselho a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), representada pelo presidente da instituição, Arquimedes Diógenes Ciloni; a Associação Nacional de Pós-Graduandos,  representada pela estudante Angélica Muller; o Fórum Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação, representado pelo pró-reitor de Pós-Graduação da Universidade Federal de Minas Gerais, Jaime Arturo Ramirez; e dirigentes da Capes e do MEC.

Assessoria de Imprensa da Capes

Leia mais...
Falta de professores preocupa especialistas
Conselho da Educação Básica reúne-se em março
Formação de professores é prioridade

Republicada com acréscimo de informações

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página