Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Secretaria de Educação Superior > Estudantes > Pós-graduação > Ensino no Timor-Leste tem apoio do Brasil
Início do conteúdo da página

Ensino no Timor-Leste tem apoio do Brasil

Professores brasileiros selecionados para o  Programa de Qualificação de Docentes e Ensino da Língua Portuguesa no Timor-Leste partem no dia 23 próximo para Dili, capital daquele país do Sudeste da Ásia. A viagem dos 13 professores é uma iniciativa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), que desde 2005 auxilia na formação de educadores timorenses do ensino básico em língua portuguesa.

“A cada dia eu me entusiasmo mais com o projeto. Uma colega que esteve no Timor-Leste falou da enorme vontade em aprender dos professores de lá”, disse a mestre em geografia Jacirema Martins, de Uberaba, Minas Gerais. Ela pretende aproveitar a experiência em formação de professores e em desenvolvimento de materiais didáticos para aumentar a qualidade do ensino. Na pré-seleção, segundo ela, foi possível conhecer um pouco da realidade daquele país. O objetivo é desenvolver um trabalho diferenciado com os recursos disponíveis.

Para Nelson Sobreira, professor da rede pública em Paulo Afonso, Bahia, as adversidades funcionam como desafio. “Pelo que acompanho na mídia, o  país é carente e com lugares de difícil acesso, mas o que me motiva é a vontade de contribuir para o crescimento da região”, disse.

Jacirema e Nelson estão entre os aprovados no processo seletivo, que recebeu mais de três mil inscrições. A bolsa-auxílio é de US$ 1,1 mil. Para o bolsista coordenador local de atividade, de US$ 2 mil. Também serão  oferecidos seguro-saúde, auxílio-transporte, auxílio-instalação e transporte aéreo. As atividades devem ser desenvolvidas em até 12 meses.

Juliana Meneses

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página