Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC vai investir R$ 1 bilhão em programas de formação de professores, com 190 mil vagas
Início do conteúdo da página
Combate ao coronavírus

Instituto Federal Baiano produz sabão líquido e kits de proteção para doação

  • Quarta-feira, 22 de abril de 2020, 17h55
  • Última atualização em Quarta-feira, 22 de abril de 2020, 17h55

Produção será distribuída para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica

O campus Santa Inês do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano) vem atuando em projetos para colaborar com o combate à Covid-19: produção de sabão líquido e confecção de kits de proteção. Os itens serão distribuídos para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica da região do Vale do Jiquiriçá, onde o campus está localizado. As ações estão sendo desenvolvidas por professores e auxiliares de laboratório da unidade.

O sabão líquido é feito a partir da mistura de restos de óleo de cozinha com reagentes químicos e fica pronto em até 7 dias, diferentemente do sabão em barra, que pode demorar até 20 dias para chegar ao produto final. O projeto pretende produzir cerca de 100 litros de sabão, que serão distribuídos em 200 frascos de 500 ml, semanalmente, até os recursos se esgotarem.

A coordenadora do projeto, Adriana Conceição, ressalta que todo o processo de produção está obedecendo o distanciamento recomendado pelas autoridades de saúde. “Queremos garantir às famílias um produto de higienização das mãos, que tem sido tão necessário nesse momento. Assim, estaremos colaborando para que essas pessoas e também as demais não sejam contaminadas”, explica.

O grupo está realizando uma campanha para arrecadação de óleo utilizado em fritura e garrafas descartáveis de até 500 ml. As doações podem ser agendadas por e-mail (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

Produção de kits - O projeto de produção de kits de higiene, elaborado por professores e alunos do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Microbiologia Geral e Avançada (Nema), está sendo desenvolvido com o apoio da comunidade.

A professora do IF Baiano e coordenadora do Nema, Lidiane Xisto, explica que os kits conterão sabão, álcool e máscaras, e já estão sendo preparados. A pretensão é produzir o próprio sabão, também com resíduos de óleo de fritura, uma vez que o álcool já foi conseguido por meio de doação e as máscaras estão sendo confeccionadas pela estudante do curso de Ciências Biológicas, Cássia Costa.

A estudante conta que, com a habilidade em costura, se disponibilizou para confeccionar as máscaras. “As máscaras são uma barreira física de proteção e serão doadas para pessoas que não têm condições de comprar uma”, disse. Todo o material utilizado para a confecção das máscaras foi doado por empresários e pessoas da comunidade.

Assessoria de Comunicação Social, com informações da IF Baiano

Assunto(s): MEC , coronavírus
X
Fim do conteúdo da página