Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Estudantes devem ficar atentos a irregularidades em instituições
Início do conteúdo da página
Pesquisas e dados

Abertas inscrições para o Prêmio MEC/Sebrae

  • Terça-feira, 16 de agosto de 2005, 14h36
  • Última atualização em Segunda-feira, 14 de maio de 2007, 11h02

O Ministério da Educação e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) recebem inscrições, até 30 de setembro, para o Prêmio MEC/Sebrae Técnico Empreendedor. Podem participar alunos de cursos de nível técnico ou tecnológico de qualquer instituição federal de educação tecnológica ou de centro de educação profissional.

O prêmio é resultado do termo de cooperação firmado ontem, 15, em Brasília, por representantes de ambas as partes. O objetivo é o desenvolvimento e a implementação de um programa de educação profissional com foco na ação empreendedora de ocupação e renda, alicerçado em dois projetos integrados: o Prêmio Técnico Empreendedor e o projeto Formação Empreendedora.

Enquanto o primeiro, desde 2002, tem premiado projetos inéditos de estudantes com foco na ação empreendedora, o segundo promove a capacitação de docentes e de técnicos das instituições. Essa formação será feita, de forma experimental, nos centros federais de educação tecnológica de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, e do Pará. Posteriormente, será estendida para todas as escolas da rede.

Soluções - Segundo o edital do Prêmio Técnico Empreendedor, as práticas empreendedoras devem ser caracterizadas como soluções técnicas e tecnológicas viáveis de qualquer área de atividade produtiva. Pode tanto estar relacionada a bens como a produtos ou serviços. O negócio deve ter, ainda, viabilidade econômica e social e respeitar a ética e a preservação ambiental.

Os projetos devem ser elaborados por grupos de dois a três alunos e orientados por um professor da escola.

A avaliação dos projetos apresentados será realizada em duas etapas, por comissões julgadoras diferentes. A primeira fase será regional e selecionará os seis melhores projetos de cada região brasileira, sendo três na categoria ‘técnico’ e igual número na categoria ‘tecnológico’. A etapa nacional será disputada pelos 30 melhores projetos selecionados na fase anterior.

Premiação - Os trabalhos com melhor classificação em cada grupo receberão como prêmio as quantias de R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil. O professor orientador do projeto vencedor da etapa nacional de cada categoria ganhará ainda R$ 2 mil.

A premiação dos projetos vencedores da etapa final do concurso será realizada em Brasília, em data ainda não definida. As passagens aéreas e as diárias destinadas à premiação das seis melhores equipes serão pagas pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC).

Repórter:Ana Júlia Silva de Souza

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página