Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Piauí: ações para qualificar a educação
Início do conteúdo da página
Educação de jovens e adultos

MEC e comandos do Exército e da Aeronáutica integram ações

  • Quinta-feira, 12 de maio de 2005, 14h58
  • Última atualização em Sexta-feira, 11 de maio de 2007, 09h20

Representantes do Ministério da Educação e dos comandos do Exército e da Aeronáutica realizaram nesta quinta, 12, no Colégio Militar, em Manaus (AM), reunião com representantes das secretarias de educação e das pró-reitorias de extensão das universidades federais do Amazonas, Roraima e Acre com o objetivo de planejar ações educacionais na zona de fronteira e em outras áreas críticas de oferta educacional das regiões Norte e Centro-Oeste.

A reunião é resultante dos protocolos de intenções assinados pelas partes em 1º de dezembro de 2004 e publicado pelo Diário Oficial da União, de 8 de dezembro passado. As intenções protocoladas contemplam, entre outras ações, o apoio à capacitação de civis e militares para a oferta de educação básica às comunidades e filhos de militares destacados para servir nas regiões de fronteiras amazônicas e do Centro-Oeste e, também, ações de alfabetização de jovens e adultos, com 15 anos ou mais, pertencentes às comunidades e, ainda, assegurar apoio na ampliação da oferta do ensino fundamental e do ensino médio para jovens e adultos dessas regiões.

As secretarias de Educação Básica, de Educação à Distância, de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade e o gabinete do ministro da Educação foram representados na reunião. Segundo Maria Eunice de Andrade Araújo, assessora especial do ministro Tarso Genro, "o protocolo de intenções gerou a criação de um grupo de trabalho com representação das instituições parceiras. Esse grupo desenvolveu propostas e nessa reunião iremos fechar um projeto-piloto de ação integrada para as regiões".

Formação - O documento foi assinado de acordo com a Lei nº 8.666/93 e nele o MEC se compromete a contribuir na elaboração e produção de material didático para a formação continuada de professores, valorizando temáticas da soberania nacional, ética e cidadania, e para a inclusão digital e ampliação da oferta da educação básica nos sistemas de ensino das localidades.

"Nossos objetivos são viabilizar a escolarização e consolidar a identidade política das populações dessas regiões. Nessa reunião definimos os prazos, as participações institucionais e escolhemos as comunidades onde as ações serão deslanchadas", concluiu Maria Eunice.

Repórter: José Leitão

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página