Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Conheça as cinco competências cobradas na redação do Enem
Início do conteúdo da página
Educação especial

Programa vai atender alunos com baixa visão e deficiência auditiva em 106 municípios

  • Quinta-feira, 02 de junho de 2005, 13h54
  • Última atualização em Sexta-feira, 11 de maio de 2007, 10h29

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC) e a Secretaria de Educação Especial (Seesp/MEC) implementarão o programa Saúde do Escolar nos 106 municípios-pólo que atuam como multiplicadores do programa Educação Inclusiva: Direito à Diversidade.

Serão beneficiados com consultas oftalmológicas cerca de 11 mil alunos com baixa visão, e com consultas médicas e fonoaudiológicas aproximadamente 20 mil alunos com deficiência auditiva, matriculados nas três séries iniciais do ensino fundamental de escolas públicas municipais e estaduais.

Pelo acordo firmado entre FNDE e Seesp, as consultas médicas e fonoaudiológicas serão destinadas aos alunos com indícios de surdez em todos os municípios-pólo do programa. Já as consultas oftalmológicas e a aquisição de equipamentos ópticos para alunos com baixa visão atenderão, inicialmente, 54 dos 106 municípios envolvidos.

Consulta – O programa Saúde do Escolar apóia financeiramente os municípios na realização de consultas oftalmológicas, aquisição e distribuição de óculos aos alunos matriculados nas três séries iniciais do ensino fundamental. A novidade, neste ano, é que o programa também vai realizar consultas médicas e fonoaudiológicas para os alunos com deficiência auditiva.

Repórter: Murilo Milhomem

 

 

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página