Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Instituições superiores têm até 20 de maio para aderir ao programa
Início do conteúdo da página
Educação profissional

Ministro Henrique Paim participa da formatura de alunos do Pronatec no Espírito Santo

  • Sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014, 17h14
  • Última atualização em Segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014, 14h59

O ministro da Educação, Henrique Paim, participou, na tarde desta sexta-feira, 21, da formatura de cerca de 900 estudantes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em Vitória. Os formandos fizeram os cursos em turmas do Senai, Senac, Senat e Instituto Federal do Espírito Santo.

Para um auditório lotado, Paim destacou em sua fala a importância de um programa como o Pronatec. Segundo ele, o governo federal alcançará a meta de 8 milhões de matrículas. “O Pronatec é a expressão de um esforço de crescimento do país”, pontuou o ministro da Educação.

Os estudantes participaram de cursos técnicos em administração e em logística, além dos cursos técnicos e de formação inicial e continuada de auxiliar de pessoal, modelista, auxiliar administrativo, recepcionista de evento, auxiliar de recursos humanos, programador de sistema, organizador de eventos, montador de computadores, salgadeiro, auxiliar de crédito e cobrança, desenhista de moda, e cuidador infantil.

Até 2013, o Espírito Santo realizou 150 mil matrículas em formação inicial e continuada pelo programa. Para o primeiro semestre de 2014, o estado já pactuou mais de 135 mil novas vagas, sendo 2.500 na capital.

O Pronatec, criado em 2011, tem o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a educação profissional e tecnológica e, até o final de 2014, ofertar 8 milhões de vagas. O programa atingiu, até o momento, a marca de 5,8 milhões de brasileiros atendidos.

Pesquisas – Pela manhã, o ministro visitou as instalações do Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento de Metodologias para Análises de Petróleos (LabPetro), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). O estado é o segundo maior produtor de petróleo no Brasil e a Ufes, por meio de ações e parcerias institucionais e da crescente produção de seus pesquisadores no entorno desta área, atua fortemente neste ambiente caracterizado por aliar pesquisa e desenvolvimento.

O LabPetro está localizado no campus de Goiabeiras, em Vitória, e é um importante centro de pesquisas na área, sendo reconhecido internacionalmente. O laboratório possui quatro patentes depositadas, sendo três premiadas, e outras quatro em andamento. Por meio do laboratório já foram apresentadas mais de 40 dissertações de mestrado e os seus pesquisadores publicaram dezenas de artigos científicos em revistas especializadas nacionais e internacionais, e por ele mais de 200 graduandos já desenvolveram projetos de iniciação científica.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página