Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Leci Brandão elogia MEC na questão da diversidade
Início do conteúdo da página
Educação profissional e tecnológica

Cefet de Ouro Preto cria curso de restauração de imóveis

  • Quinta-feira, 17 de novembro de 2005, 10h54
  • Última atualização em Quinta-feira, 31 de maio de 2007, 06h46

O Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) de Ouro Preto, Minas Gerais, vai abrir 35 vagas em 2006 para um curso superior inédito no país: tecnologia em conservação e restauração de imóveis. Com 46 disciplinas obrigatórias e outras opcionais, como arqueologia, arquitetura de terra e elementos artísticos, o programa terá duração de três anos, com aulas no turno da noite. As inscrições para o curso estão previstas para dezembro e as provas serão aplicadas nos dias 11 e 12 de fevereiro de 2006.

A criação do programa atende à orientação do Ministério da Educação de criar cursos direcionados às vocações regionais. A cidade de Ouro Preto, com sua história de mais de 300 anos, inúmeras obras de arte centenárias em igrejas e capelas, será o maior laboratório do curso.

O professor Ney Nolasco, responsável pelo projeto, diz que a colaboração direta de profissionais da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha) e da Prefeitura de Ouro Preto foi essencial para a elaboração do programa do novo curso.

Ele conta que os laboratórios de materiais de construção, solos, prática de obra, topografia, petrografia, fundição, química aplicada, fotografia e maquete eletrônica estão prontos e os de maquete física, restauração e conforto ambiental já possuem espaço físico delimitado e serão equipados até 2006.

Capacitação – O Cefet de Ouro Preto vai contratar imediatamente um arquiteto para compor o quadro de professores do novo curso e outros 20 profissionais da escola receberão, ainda este ano, capacitação de 120 horas ministrada pela Gratiae Urbs, empresa de consultoria especializada em patrimônio histórico.

O profissional formado na área trabalhará em conjunto com arquitetos e engenheiros na restauração de prédios e obras de valor histórico e artístico. O salário-base da categoria está estimado em torno de dez salários mínimos. Informações sobre o curso podem ser solicitadas pelos telefones (31) 3559-2622 e 3559-2186. (Assessoria de Comunicação do Cefet-Ouro Preto)

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página