Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Saem os resultados dos recursos para atendimentos especiais
Início do conteúdo da página
Educação profissional e tecnológica

EAF de Codó investe em formação profissional

  • Quinta-feira, 05 de julho de 2007, 14h24
  • Última atualização em Quinta-feira, 05 de julho de 2007, 17h02

Atenta às demandas da região dos Cocais, onde está situada a Escola Agrotécnica Federal (EAF) de Codó, no município de Codó, Maranhão, completa dez anos esta semana investindo na revitalização de suas unidades e na formação profissional dos alunos. A escola também anuncia a abertura dos cursos técnicos em meio ambiente e informática, em 2008.

Entre as ações, destacam-se a revitalização das unidades educacionais de agricultura, zootecnia, agroindústria e mecanização; a implantação de novas unidades de pesquisa e produção; e a melhoria das atividades de campo como a irrigação e contratação de técnicos especializados para implantação de pastagens para bovinos, caprinos e ovelhas.

Na parte gerencial, a escola promove a capacitação de servidores técnico-administrativos e professores, revitalização do setor de informática com aquisição de computadores e impressoras; faz reforma da biblioteca e recupera os alojamentos dos alunos residentes e semi-residentes; para a banda, a direção da escola adquiriu novos instrumentos musicais.

Para atender à comunidade da região dos Cocais, a Agrotécnica de Codó ampliou o número de matrículas no ensino médio e técnico, implantou o Proeja e adotou a bolsa de estágio supervisionado para egressos de cursos técnicos. A escola oferece hoje cursos técnicos em agropecuária, agroindústria e informática nas modalidades integrado e subseqüente ao ensino médio, e Proeja em agroindústria. Atualmente, a agrotécnica tem 391 alunos, 34 professores e 30 servidores técnico-administrativos.

Ana Júlia Silva de Souza

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página