Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Redes devem aderir a programa de livros para alfabetização
Início do conteúdo da página
Educação profissional e tecnológica

Cefet-PA e FNDE mostram ações

  • Quinta-feira, 12 de julho de 2007, 17h04
  • Última atualização em Sexta-feira, 13 de julho de 2007, 13h45

O Centro Federal de Educação Tecnológica do Pará (Cefet-PA) selecionou três projetos de inclusão social e racial para apresentar no estande do Ministério da Educação, durante a 15ª Exposição de Tecnologia, Ciência e Inovação (ExpoT&C). O evento integra a 59ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que se realiza em Belém, até esta sexta-feira, 13.

O Projeto Inovador de Cursos (PIC-Cefet) promove curso pré-vestibular para alunos com menor renda familiar, afrodescendentes e indígenas. O curso tem 900 horas, sendo 700 para as disciplinas normais e 200 horas para o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana. “O PIC-Cefet teve uma grande procura. Com 335 vagas, teve 5.096 candidatos”, diz a estudante do Cefet-PA, Arielle Ferreira.

A preocupação do Projeto Uniafro é com o resgate e mapeamento da exclusão de afrodescendentes no ensino superior nos Cefets das regiões Norte e Nordeste. O terceiro projeto, A Cor Ausente, realiza oficinas e mesas-redondas, além de oferecer curso pré-vestibular. O Cefet-PA participa do evento, a convite da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC).

Coleção — A variedade e qualidade das obras de literatura infanto-juvenil que o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC) colocou à mostra no estande do MEC também atrai o público. A coleção, que faz parte do Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE), é formada por mais de 200 livros, que o MEC distribui a escolas públicas de todo o país. São romances, poemas, peças de teatro, entre outras obras, de autores de renome, como Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Manuel Bandeira e Monteiro Lobato. Entre os estrangeiros, escritores como George Bernard Shaw e Shakeaspeare.

Fátima Schenini

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página