Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Ministro encontra diretores que venceram
Início do conteúdo da página
Educação a distância

Tecnologias da informação: ciclo avançado

  • Segunda-feira, 19 de maio de 2008, 07h34
  • Última atualização em Segunda-feira, 19 de maio de 2008, 13h03

A partir de agosto, 36 mil vagas serão abertas pelo programa Mídias na Educação, que oferece a educadores de todo o país formação continuada para o uso pedagógico das tecnologias da informação e da comunicação. Iniciativa da Secretaria de Educação a Distância (Seed/MEC), o programa, que já conta com os ciclos básico e intermediário de capacitação, lançará o  avançado no segundo semestre.

Em 2008, a prioridade do programa será o atendimento à demanda do Plano de Ações Articuladas (PAR), que estabelece metas e indicadores de qualidade para o melhor desempenho da educação básica no país. Para isso, o número de vagas passou de 15 mil em 2007 para 25 mil, número que corresponde a 70% das 36 mil vagas. “Vamos atender os municípios com baixo desempenho no índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb)”, destacou o secretário de Educação a Distância, Carlos Eduardo Bielschowsky.

Reunidos em Brasília nesta sexta-feira, 16, coordenadores de 35 universidades federais avaliaram o andamento dos ciclos básico e intermediário e iniciaram os preparativos para a oferta do ciclo avançado. “Depois do ciclo básico, com 120 horas de capacitação e certificado de extensão, e do ciclo intermediário, com 60 horas, o Ministério da Educação oferece mais esta oportunidade de formação continuada”, disse o coordenador do programa, Alexandre Mathias.

O ciclo avançado terá 180 horas de capacitação e concederá aos participantes o título de especialista. Direcionada aos educadores que já cursaram os ciclos básico e intermediário, o avançado vai aprofundar os conhecimentos sobre as estratégias para integração das diversas mídias — TV, rádio, informática e material impresso — ao processo de ensino e aprendizagem.

Renata Chamarelli

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página