Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Aprovada resolução que permite renegociar dívidas com o Fies
Início do conteúdo da página
TV Escola

Especial que vai ao ar este mês exibe série sobre ciência

  • Terça-feira, 01 de dezembro de 2009, 18h51
  • Última atualização em Quarta-feira, 02 de dezembro de 2009, 10h35
A TV Escola preparou um especial com uma de suas séries mais pedidas. Durante todos os dias do mês de dezembro, o canal apresentará da primeira à quarta temporada de A ciência nua e crua. O programa coloca na prática conhecimentos científicos que podem ser usados como guia de sobrevivência.

Apresentado por Kate Humble, o programa traz novos cientistas de diferentes especialidades a cada temporada. O objetivo é propor vários desafios que devem ser realizados em apenas três dias. Tudo que eles têm disponível é um conjunto básico de experimentos, os recursos naturais da região em que estiverem e o que puderem reciclar e aproveitar da natureza. O programa exige que os cientistas trabalhem em equipe.

A primeira temporada da série se passa em uma ilha do Mediterrâneo. A bióloga marinha Vanessa Griffiths, a botânica Anna Lewington, o químico Jonathan Hare, o virologista Mike Leahy e o químico orgânico Mike Bullivant são os cientistas convidados dos quatro episódios. Entre os desafios propostos, eles devem criar um repelente para insetos, construir um rádio e descobrir a latitude e a longitude do local.

Carriacou, uma ilha a leste do Caribe, é o cenário escolhido para a segunda temporada. Desta vez, os cinco cientistas, sendo três da temporada anterior, devem fazer um mapa detalhado da ilha, criar uma loção antisséptica e construir um relógio.

A terceira temporada foi gravada na costa sul da Nova Zelândia, país conhecido por sua fauna e isolamento geográfico. Quatro cientistas devem construir um detector de metais, manterem-se aquecidos sem fazer fogueira e medir a velocidade de derretimento de uma geleira.

Com seis episódios, os cientistas Ellen McCallie, Jonathan Hare, Mike Bullivant, Kathy Sykes e Iain Stewart vão para Darwin Place, na Califórnia, para enfrentar desafios que envolvem o espaço na quarta temporada. Eles devem criar uma caneta que funcione em um ambiente sem gravidade, construir um sistema de resfriamento para roupas espaciais e descobrir as medidas do meteoro que abriu a cratera Barringer, há cerca de 50 mil anos.

Com 30 minutos de duração, A ciência nua e crua é uma produção da rede de TV BBC de Londres, e os episódios vão ao ar de segunda a sexta-feira às 6h, com reprise às 14h. A TV Escola pode ser sintonizada via antena parabólica (digital ou analógica) em todo o país e no Portal do MEC. O sinal está disponível também nas tevês por assinatura via Embratel (canal 123), Sky (canal 112) e Telefônica (canal 694).

Assessoria de Imprensa da Seed
Assunto(s): TV Escola , Seed
X
Fim do conteúdo da página