Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Primeira edição de 2018 do Sisu tem mais de 2,1 milhões de inscritos e oferta recorde de vagas
Início do conteúdo da página
Língua portuguesa

Casos da comunidade são fonte de inspiração nas Olimpíadas

  • Sexta-feira, 28 de maio de 2010, 15h23
  • Última atualização em Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017, 16h15
Na época das chuvas, a cidade paraense de Marabá sofre com as cheias dos rios Tocantins e Itacaiúnas. Moradora do município, a estudante Laiane dos Santos resolveu, em 2008, transformar o assunto em poesia. Com versos, Laiane, então com 11 anos, chegou à etapa semifinal da primeira edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro.

A poesia foi produzida na escola municipal Inácio de Souza Moita, inscrita na competição. Sob a orientação da professora Raika Reis, Laiane e seus colegas da quinta série participaram de oficinas de produção de texto. Raika usou o material de apoio pedagógico da olimpíada. “Foi uma experiência enriquecedora tanto para os alunos, que se interessaram mais por leitura e escrita, quanto para mim. Eu aperfeiçoei minha formação”, afirma a professora.

Em 2009, Raika também usou o material da olimpíada nas aulas regulares de produção de texto. “Gostei tanto que emprestei a outros professores. Agora, eles estão animados para participar da competição de 2010”, conta.

A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, que ocorre a cada dois anos, está na segunda edição. O objetivo é contribuir para a formação de professores com vistas à melhoria do ensino da leitura e escrita nas escolas públicas brasileiras.

A primeira edição, realizada em 2008, alcançou seis milhões de alunos. O concurso teve origem no programa Escrevendo o Futuro, desenvolvido pela Fundação Itaú Social entre 2002 e 2006. Atualmente, é realizado em parceria do Ministério da Educação com a Fundação Itaú Social e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Na edição de 2008, o número de professores inscritos chegou a 202.280. Eles representaram 55.570 escolas de 5.445 municípios. No Pará, o total de escolas que se inscreveram na competição foi de 2.239. Chegaram à etapa semifinal 11 professores paraenses, cada qual com seu aluno.

Este ano, uma das novidades é a participação de alunos matriculados no nono ano (oitava série) do ensino fundamental e no primeiro ano do ensino médio de escolas públicas. Eles concorrerão com textos do gênero crônica. As demais categorias permanecem como em 2008 — estudantes do quinto e sexto anos (quarta e quinta séries) participarão com textos do gênero poesia; do sétimo e oitavo anos (sexta e sétima séries), gênero memórias literárias. No ensino médio, os alunos do segundo e do terceiro anos devem concorrer com artigos de opinião.

O tema para as redações em todas as categorias é O Lugar Onde Vivo, destinado a valorizar a interação das crianças e jovens com o meio em que crescem. Ao desenvolver os textos, o aluno resgata histórias, aprofunda o conhecimento sobre a realidade e estreita vínculos com a comunidade.

Em 2010, uma coleção didática da olimpíada foi enviada a todas as escolas públicas do Brasil. O material é composto por cadernos de orientação ao professor (propõem uma sequência didática para o ensino da leitura e produção de textos), coletânea de textos e cd-rom multimídia para quatro diferentes gêneros textuais (poema, memórias, artigo de opinião e crônica).

Na olimpíada, alunos e professores participarão de etapas escolares, municipais, estaduais e regionais e da nacional. Serão selecionados 500 textos semifinalistas na etapa estadual, 152 na regional e 20 na nacional.

Tanto o estudante quanto o professor serão premiados. Os 500 escolhidos na fase estadual receberão medalhas e livros; os 152 finalistas, medalhas e aparelhos de som. Os 20 vencedores da etapa nacional ganharão medalhas, microcomputadores e impressoras.

Para que os professores se inscrevam, as secretarias estaduais e municipais precisam aderir ao concurso. As adesões e inscrições devem ser feitas até o dia 7 de junho, na página eletrônica do Cenpec.

Assessoria de Comunicação Social


Acesse a página da Olimpíada.
X
Fim do conteúdo da página