Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Abertas mais de 1,9 mil vagas em educação profissional a distância
Início do conteúdo da página
Educação a distância

Programa vai integrar escolas com realidades sociais diferentes

  • Sexta-feira, 02 de setembro de 2005, 08h59
  • Última atualização em Segunda-feira, 04 de junho de 2007, 07h00

Promover o intercâmbio cultural e pedagógico entre escolas públicas e particulares de diferentes regiões do país é o objetivo do programa Escolas-Irmãs, que será lançado na segunda-feira, dia 5, em Belo Horizonte. O projeto, do Gabinete de Mobilização Social do Programa Fome Zero, pretende estimular a cultura da solidariedade entre as escolas por meio da troca de informações sobre diferentes realidades sociais.

“O programa quer mobilizar a sociedade para criar uma visão constante de ajudar o outro”, explicou a coordenadora do Escolas-Irmãs, Rosângela Rossi. A solenidade de lançamento está prevista para as 9h, no Chevrolet Hall (Avenida Senhora do Carmo, 230, Belo Horizonte).

O trabalho foi implantado como projeto-piloto em 40 escolas do Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Santa Catarina, no ano passado. A receptividade foi positiva. Para a estudante Marília Bueno, do Colégio Acadêmico COC, de Limeira, São Paulo, o programa mostrou experiências até então desconhecidas. “Aprendi a ser mais grata pelo que tenho, a respeitar e perceber que as diferenças não estão tão longe como eu pensava”, revelou.

A instituição de ensino interessada em participar do Escolas-Irmãs deve entrar em contato com a coordenação do programa, no endereço eletrônico O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone (61) 3411-2897. Segundo Rosângela Rossi, a parceria entre as escolas é feita de acordo com as demandas locais. “Pode ser por meio de uma feira de ciências conjunta, por exemplo”, afirmou.

O programa é coordenado pela Presidência da República, com o apoio do Ministério da Educação, que vai ajudar na divulgação da iniciativa. A idéia é colocar o programa na TV Escola e promover parcerias com empresas privadas e estatais para ampliá-lo. 

Repórter: Flavia Nery

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página