Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Segunda etapa de inscrições terá início no dia 20
Início do conteúdo da página
Obmep

Inscrições para olimpíada de matemática já estão abertas

  • Quarta-feira, 21 de março de 2018, 18h54
  • Última atualização em Quarta-feira, 21 de março de 2018, 19h58

Você é daqueles estudantes que gostam de testar seus conhecimentos em números? Se a resposta for sim, então é bom ficar atento. As inscrições para a 14ª edição da Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) já estão abertas e se estendem até as 23h59 do próximo dia 2 de abril, prazo final para garantir vaga na disputa. A competição é realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), unidade de ensino e pesquisa vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e ao Ministério da Educação.

A versão 2018 da Obmep não mudou e repete o mesmo formato da edição do ano passado, na qual foi permitida a participação de escolas particulares. Assim, alunos de todo o Brasil matriculados entre o sexto e o nono anos do ensino fundamental, e entre o primeiro e terceiro anos do ensino médio, de escolas municipais, estaduais, federais e privadas, podem participar da olimpíada. 

Para garantir presença na Obmep, que a cada ano recebe mais participantes, as instituições de ensino interessadas em participar devem fazer as inscrições na página eletrônica da olimpíada. O procedimento é simples: basta preencher a ficha de inscrição disponível exclusivamente na página, conferindo todos os dados exigidos e salvando o arquivo de confirmação.

O calendário da competição já está fechado pelo Impa. Após o final das inscrições, os estudantes serão submetidos às provas em duas etapas: nos dias 5 de junho (primeira fase) e 15 de setembro (segunda fase). Os exames, como informou o órgão, consistem na resolução de problemas complexos nas várias áreas da matemática. A divulgação dos vencedores será feita no dia 21 de novembro.

De acordo com o diretor-adjunto do Impa, Claudio Landim, a edição 2018 deverá bater um novo recorde. “Em 2017, tivemos a participação de mais de 53 mil escolas e cerca de 12 milhões de estudantes. Isso equivaleu a quase 100% dos municípios brasileiros inscritos. Este ano, devemos repetir esses números”, contou.

Para Landim, que também é o coordenador nacional da Obmep desde que a olimpíada foi criada, em 2005, o impacto positivo nas ciências exatas se comprova a cada edição do evento. “A Obmep é uma disputa sadia, cujo resultado direto tem sido a descoberta de estudantes com imenso talento na matemática, o que desperta uma vocação para a área de exatas. Além disso, temos criado bons programas de formação e capacitação de professores nesta disciplina”, destacou.

Reconhecimento – A olimpíada de matemática não premiará apenas os ganhadores de medalhas de ouro, prata e bronze. Segundo o Impa, os estudantes que não atingirem os três primeiros lugares do pódio, mas que tiverem bom desempenho na competição, serão premiados com menções honrosas e oferta de bolsas de estudos no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Landim explicou que, ao todo, serão concedidas 6,5 mil bolsas de iniciação científica, na modalidade júnior, aos estudantes com os melhores desempenhos. Durante 12 meses, os premiados receberão uma ajuda mensal de R$ 100 e visitarão universidades e institutos federais para aprimorar os conhecimentos. “Serão aulas de quatro horas de duração resolvendo problemas variados de matemática de uma forma que não é vista em sala de aula”, completou Landim.

Atualmente, a Obmep é realizada com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e recebe recursos do MCTIC e do Ministério da Educação.

Acesse a página eletrônica da Obmep 

Assessoria de Comunicação Social

 

X
Fim do conteúdo da página