Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Número de inscrições do Sisutec chega a 169.941 até às 14h30. Prazo é 21 de março
Início do conteúdo da página
Educação superior

UnB inaugura novo Instituto de Química

  • Quarta-feira, 18 de junho de 2008, 15h28
  • Última atualização em Segunda-feira, 10 de agosto de 2009, 10h34

Salas arejadas, laboratórios e equipamentos novos, auditório e até um pátio com espelho d'água. Esses são apenas alguns dos itens que compõem o novo prédio do Instituto de Química da Universidade de Brasília (UnB), inaugurado nesta quarta-feira, 18. Com as novas instalações, os alunos e professores desfrutarão de uma infra-estrutura adequada e mais segura.


Mariana Medeiros, 20 anos, é aluna do quarto semestre do curso de Química da UnB. Na visão da estudante, o novo edifício vai facilitar o estudo prático. “No antigo prédio, os laboratórios não eram bem separados e a infra-estrutura era velha. Alguns chuveiros e os lavadores de olhos, que são itens básicos nos laboratórios de química, não funcionavam mais e isso era ruim para nossa segurança”, conta. O departamento, antes, localizava-se no subsolo do Instituto Central de Ciências (ICC), o “minhocão”.


O professor Gerson Mol acredita que a ampliação da estrutura do Instituto de Química representa uma nova fase da universidade. “O ICC é  bonito e grande, mas foi sendo ocupado de tal forma que começamos a lecionar em situações insalubres. A minha sala, por exemplo, era debaixo da escada de um anfiteatro, sem ventilação nem iluminação”. Para Mol, como o novo edifício é exclusivo da Química, vai possibilitar, ainda, melhor integração da comunidade acadêmica.


A inauguração teve a presença do ministro da Educação, Fernando Haddad, do reitor pro-tempore da UnB, Roberto Aguiar, e do secretário de educação superior do MEC, Ronaldo Mota. “É uma satisfação poder visitar a UnB em clima de concórdia, com planos para si mesma”, afirmou o ministro. Haddad, que minutos antes da solenidade participou de uma reunião de trabalho com o reitor, disse que todo investimento necessário à universidade está garantido.


Com a nova reitoria, assumida há dois meses após a renúncia de Timothy Mulholand, o projeto da UnB para o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) foi alterado. O prazo para a entrega da nova proposta é 15 de julho. “O MEC vai avaliar o plano da UnB e, se estiver dentro dos parâmetros estabelecidos para todas as instituições, será homologado e posto em prática”, destacou Haddad.


Letícia Tancredi

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página