Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Ministro da Educação conhece escola de Ribeirão Preto (SP) que foi destaque no Ideb 2017
Início do conteúdo da página
Pós-graduação

País precisa de mais recursos humanos em ciências do mar

  • Quinta-feira, 02 de julho de 2009, 17h02
  • Última atualização em Quinta-feira, 02 de julho de 2009, 18h45

Pensando na necessidade do país em formar recursos humanos de alto nível para as áreas das ciências do mar, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou edital nesta quinta-feira, 2, publicado no Diário Oficial da União.


A iniciativa faz parte de uma das novas tarefas de incentivo à pesquisa científica por meio da concessão de bolsas no país, os programas de indução e inovação. Esses programas atendem à procura de setores da sociedade e do Estado, que solicitam à Capes a formação de pessoal qualificado em determinadas áreas.


O fomento à oceanografia, engenharia de pesca e biologia/geologia marinhas, entre outras, surgiu do atendimento pela Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM) às demandas advindas de vários setores da sociedade. A CIRM é coordenada por um comandante da Marinha e composta pela Casa Civil, 14 ministérios, duas secretarias e a própria Marinha do Brasil.


Carência – O Brasil possui 7.491 quilômetros de fronteira marítima, que resultam em uma área econômica de 4.451.766 quilômetros quadrados. Mais da metade do território continental brasileiro. As possibilidades de estudos, riquezas e conhecimento desse espaço não são compatíveis com o estímulo à área de ciências do mar até o momento. O número de cursos de pós-graduação em oceanografia e demais ciências do mar – apenas 13 – reflete a carência de incentivo nessa área.


Edital – O programa aborda 22 áreas temáticas, que vão desde a oceanografia biológica até o estudo dos impactos do aquecimento global sobre o comércio marítimo internacional. Serão apoiados projetos de até R$ 500 mil ao ano, por um período de quatro anos, perfazendo um total de R$ 2 milhões por projeto aprovado. Além de permitir a aquisição de equipamentos, várias modalidades de bolsas no país e no exterior serão permitidas para financiamento.


Podem concorrer ao edital, instituições públicas e privadas brasileiras que possuam em seus programas de pós-graduação stricto sensu, recomendados pela Capes, área de concentração ou linhas de pesquisa dirigidas aos temas contemplados neste edital, ou instituições que apresentem projeto viável de implantação dessas linhas de pesquisa. Os projetos devem envolver, preferencialmente, parcerias entre equipes de diferentes instituições de ensino superior e possuir, prioritariamente, caráter multidisciplinar, interdisciplinar ou transdisciplinar.


O prazo para envio das propostas vai até o dia 17 de agosto de 2009. Dúvidas e solicitações de esclarecimentos devem ser encaminhadas ao correio eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. (este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo), ou pelos telefones (61) 2104-7231 e 2104-7237.


Confira o edital Ciências do Mar nº 9/2009.

Assessoria de Comunicação da Capes

Assunto(s): Pós-graduação , Capes
X
Fim do conteúdo da página