Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC promove em Brasília seminário sobre o Pacto Universitário pelos Direitos Humanos
Início do conteúdo da página
Educação superior

Ministro participa de debates sobre a reforma universitária

  • Segunda-feira, 28 de fevereiro de 2005, 15h51
  • Última atualização em Quarta-feira, 09 de maio de 2007, 12h28

O ministro da Educação, Tarso Genro, esteve em São Paulo hoje, 28, onde participou de diversos eventos. Às 8h30 foi um dos debatedores do 1° Fórum Inter-Regional Sul e Sudeste, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o jornal Valor Econômico, no Hotel Grand Hyatt. Em seguida, Tarso Genro participou da 4ª Bienal de Arte e Cultura, onde foi debatido o tema Um Encontro da Educação com a América Latina, na Fundação Bienal, no Parque do Ibirapuera. Por último, esteve reunido com cerca de 1.400 estudantes no 14º Congresso Latino-Americano de Estudantes.

Para o ministro, "a participação da Confederação Nacional da Indústria, defendendo expressamente a vinculação do ensino superior de qualidade com um projeto nacional de desenvolvimento, é uma contribuição importante para o que nós queremos da reforma, enfatizou Tarso Genro durante o 1° Fórum Inter-Regional, cujo tema central foi A Indústria e a Reforma da Educação Superior.

Na 4ª Bienal, Tarso Genro expôs os traços gerais da reforma do ensino superior e reafirmou que o Ministério da Educação (MEC) está num processo de diálogo com a sociedade. "Por isso é importante aproveitar todas as contribuições que fortalecem os vínculos da reforma com o projeto de desenvolvimento do país, que não pode ser feito sem que a universidade tenha uma grande capacidade de pesquisa, uma alta qualidade tecnológica para induzir o desenvolvimento", disse o ministro. Tarso também falou das divergências que estão ocorrendo sobre a questão da regulação do setor do ensino superior privado. "Nós não vamos deixar que a lógica do mercado determine o caráter da universidade privada no Brasil", reforçou.

Logo após, o ministro participou de uma plenária organizada pelo 14º Congresso Latino-Americano de Estudantes. Tarso esteve reunido com aproximadamente mil estudantes brasileiros e mais de 400 outros estudantes de países da América Latina. O ministro afirmou, durante o encontro, que "o projeto de reforma universitária que o MEC está apresentando à sociedade tem a finalidade de desenvolver um sistema homogêneo, um sistema único de ensino superior, com a predominância para a expansão da universidade pública". Tarso também reafirmou a importância de "abrir os portões destas instituições, oferecendo ensino de qualidade para as camadas populares".

Por último, o ministro disse que é necessário compreender que o projeto do MEC vincula a universidade a um novo modelo de desenvolvimento para o país. "O projeto de reforma do ensino superior teve um grande impulso com o apoio da UNE, que sustenta a defesa da política de cotas e também uma melhoria expressiva na assistência estudantil."

Alexandre Costa

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página