Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Professores e servidores devem se inscrever até hoje, 22, para trabalhar no exame
Início do conteúdo da página
Ciência sem Fronteiras

Graduação-sanduíche tem mais 13,4 mil vagas em nove países

  • Sexta-feira, 07 de junho de 2013, 10h23
  • Última atualização em Sexta-feira, 07 de junho de 2013, 12h18

O programa Ciência sem Fronteiras abriu novas chamadas públicas para graduação-sanduíche. No total, são 13.480 vagas em 18 áreas do conhecimento científico e tecnológico em nove países da Europa, Ásia e América do Norte. Os interessados podem fazer a inscrição até julho. O prazo depende do edital de cada país.

 

Os bolsistas selecionados iniciarão as atividades no exterior em meados de 2014. O candidato deve conferir no edital os detalhes do cronograma de cada chamada. Para participar da seleção, o estudante deve comprovar nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou acima de 600 pontos em prova realizada após 2009.

 

As bolsas serão concedidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

 

Oferta de vagas

País

Vagas

Alemanha

2.000

Austrália

2.250

Canadá

2.188

Coréia do Sul

292

Estados Unidos

2.000

Finlândia

300

Hungria

2.300

Japão

150

Reino Unido

2.000

 

Principal programa do governo federal de mobilidade acadêmica no exterior, o Ciência sem Fronteiras já concedeu 41.133 bolsas de estudos desde a criação, em 2011. Desse total, 23.851 estudantes foram aprovados no ano passado e mais de 19 mil estão no exterior. Outros 17.282 foram selecionados em chamadas este ano.

 

Criado com a meta de oferecer 101 mil bolsas de estudo no exterior, o Ciência sem Fronteiras mantém parcerias em 35 países. O objetivo do governo federal é promover o avanço da ciência e tecnologia, inovação e competitividade industrial por meio da expansão da mobilidade internacional. O governo também mantém parcerias com instituições e empresas como a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), a Petrobras, a Eletrobras e a mineradora Vale.

 

Inscrições e mais informações sobre as chamadas na página do Ciência sem Fronteiras na internet.

 

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página