Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Parecer do CNE determina o cumprimento de 200 dias letivos
Início do conteúdo da página
Hospitais universitários

Dirigentes debatem avanços e desafios de empresa pública

  • Segunda-feira, 30 de novembro de 2015, 18h40
  • Última atualização em Segunda-feira, 30 de novembro de 2015, 19h23

Entre o presidente da Ebserh, Newton Lima Neto, e o presidente da Capes, Carlos Afonso Nobre, o secretário-executivo Luiz Cláudio Costa comenta os avanços obtidos pela empresa (Foto: Isabelle Araújo/MEC)  Os resultados e desafios da rede de hospitais vinculados à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foram apresentados nesta segunda-feira, 30, em Brasília, na 1ª Plenária de Superintendentes da Rede, que prossegue até a quarta-feira, 2. Durante o evento serão debatidos temas que impactam diretamente a gestão dessas unidades hospitalares, com o objetivo de criar soluções para os desafios enfrentados no dia a dia pelos gestores, tendo em vista a importância estratégica dos hospitais universitários para o país.

“Temos aqui a oportunidade de fazer um balanço dos nossos avanços, que não são poucos, e nos organizarmos para o enfrentamento das adversidades, podendo avançar ainda mais na consecução do nosso objetivo de modernizar a gestão dos hospitais universitários”, afirmou o presidente da Ebserh, professor Newton Lima.

Lima também destacou a oportunidade que a sede e as filiais estão tendo para compartilhar experiências e criar vínculos de atuação, visando à construção de projetos que atendam as características dos hospitais universitários federais. “Este evento marca a ascensão de diversos projetos que foram debatidos. A pesquisa e o ensino vão ter um novo momento na história da nossa empresa, com a criação de coordenadorias na sede, em sintonia com os gestores de cada filial”, disse Newton Lima.

Avanços – Presente à cerimônia de abertura do evento, o secretário-executivo do Ministério da Educação, Luiz Cláudio Costa, ressaltou os avanços obtidos pela Ebserh, como o aperfeiçoamento na gestão das unidades filiadas, a contratação de pessoal e o crescimento do número de pesquisas desenvolvidas. “Hoje, com a apresentação dos resultados, temos a evidência de que as promessas foram cumpridas e vários projetos se concretizaram. Os compromissos também foram cumpridos, como, por exemplo, o respeito à autonomia das universidades. Tudo isso com economia de recursos públicos”, avaliou.

A reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e representante da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) no evento, Ângela Paiva Cruz, destacou a decisão acertada do governo federal de criar uma empresa pública focada na gestão hospitalar. “Os hospitais universitários precisavam de sustentabilidade na gestão financeira e de pessoal.”, observou. “A Ebserh, como solução, foi uma decisão acertada. Hoje, olhando para os hospitais da UFRN e trazendo o relato dos reitores de outros estados, concluímos que o caminho é esse”, analisou.

A mesa de abertura contou ainda com a participação do presidente do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA,) Amarilio Neto, e do presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Carlos Afonso Nobre. A Capes é o órgão do MEC responsável pelo reconhecimento e a avaliação de cursos de pós-graduação stricto-sensu (mestrado profissional, mestrado acadêmico e doutorado) em âmbito nacional.

Coordenadoria de Comunicação Social da Ebserh

Ebserh promove plenária de superintendentes da rede

X
Fim do conteúdo da página