Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Conferência debate piso salarial
Início do conteúdo da página
Educação superior

Projeto Rondon no Vale do Jequitinhonha

  • Quinta-feira, 17 de novembro de 2005, 11h50
  • Última atualização em Quarta-feira, 16 de maio de 2007, 09h12

As universidades de Minas Gerais têm mais uma oportunidade para participar do Projeto Rondon, no Vale do Jequitinhonha. Foi prorrogado até o dia 9 de dezembro o prazo para o envio de propostas ao Ministério da Defesa. No total, 320 universitários participarão do projeto em 20 municípios daquela região, no período de 13 a 22 de fevereiro do próximo ano. Cada equipe contará com seis estudantes e dois professores. Cada cidade será atendida por duas equipes de diferentes universidades.

Serão beneficiados os municípios de Angelândia, Araçuaí, Aricanduva, Ataléia, Corinto, Couto de Magalhães de Minas, Felício dos Santos, Felixlândia, Gouveia, Itambacuri, Ladainha, Poté, Presidente Kubitscheck e São Gonçalo do Rio Preto. Ali, os rondonistas desenvolverão ações nas áreas de cidadania, bem-estar, desenvolvimento sustentável e gestão pública. As universidades mineiras precisam desenvolver projetos nessas quatro áreas e se submeter a uma seleção, a ser feita por representantes dos ministérios da Defesa e da Educação.

Operação — A lista das universidades selecionadas para a Operação Minas Gerais 2005 deve ser divulgada no dia 21 de dezembro próximo, pelo Ministério da Defesa. De acordo com o coronel Irtônio Pereira Rippel, gerente de operações do Rondon, o projeto-piloto visa a uma operação maior, também no Vale do Jequitinhonha, em 2006, para beneficiar mais municípios e com duração maior.

O edital para a Operação Minas Gerais 2005 está no página eletrônica do Ministério da Defesa. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (61) 3312-9038, 3312-9003, 3312-8807 e 2104-9909.

Repórter: Susan Faria

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página