Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Educação superior

Gaúchos fazem intenso debate sobre Unipampa

  • Terça-feira, 07 de março de 2006, 15h31
  • Última atualização em Quinta-feira, 17 de maio de 2007, 10h43

Foto: Wanderley PessoaUma série de dez audiências públicas dá início nesta quarta-feira, 8, no Rio Grande do Sul, às discussões em torno da Universidade Federal do Pampa (Unipampa). Os projetos arquitetônico e pedagógico serão apresentados à comunidade para receber sugestões. A universidade, cuja criação foi anunciada em junho do ano passado, terá dez unidades acadêmicas e irá oferecer 14 cursos de graduação já no primeiro ano. A previsão é atender 12 mil alunos até 2008.

"Nós vamos apresentar o projeto acadêmico, os cursos que serão implementados em 2006, 2007 e 2008, bem como o projeto arquitetônico", esclarece o ministro interino da Educação, Jairo Jorge, que vai liderar os encontros. O primeiro será realizado em São Borja, às 18h30.

Segundo o ministro, a proposta é conectar o ensino superior à cultura da região, seja na agricultura, na indústria ou na área de serviços. "O debate é importante porque durante o processo de formatação e discussão da proposta acadêmica é que nós unimos os arranjos produtivos locais e as cadeias produtivas espalhadas pela região da metade sul."

Além de São Borja, haverá audiências em Itaqui e Uruguaiana, dia 9; Alegrete e Santana do Livramento, dia 10; e em Dom Pedrito, dia 11. No dia 13, os encontros prosseguem em Caçapava do Sul e São Gabriel. E terminam no dia 24, em Bagé e Jaguarão. Os locais podem ser conferidos junto às prefeituras. Na próxima semana, haverá também audiências para discutir a proposta de uma universidade federal na região norte do estado.

O vestibular da Unipampa deve ocorrer entre os dias 28 e 31 de maio. O início das aulas será em agosto.

Repórter: Sandro Santos

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página