Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Base Nacional determina alfabetização até o segundo ano do ensino fundamental
Início do conteúdo da página
Educação superior

Expansão do ensino superior na Unipampa

  • Quarta-feira, 28 de março de 2007, 07h01
  • Última atualização em Sexta-feira, 25 de maio de 2007, 08h22

Com o objetivo de realizar estudos e atividades de planejamento da estrutura acadêmica, visando à unificação e ao desenvolvimento institucional e curricular, será instalada nesta quinta-feira, 29, às 11 h, na Sala de Atos do Ministério da Educação, a Comissão de Implantação da Universidade Federal do Pampa (Unipampa).

Funcionando em instalações provisórias, a Unipampa teve seu primeiro vestibular no segundo semestre de 2006, oferecendo 1.450 vagas. Em 2008, previsão para conclusão das obras da universidade, serão oferecidas mais de 15 mil vagas em 30 cursos, nas suas 13 unidades acadêmicas distribuídas em dez municípios: Bagé, Jaguarão, São Gabriel, Santana do Livramento, Uruguaiana, Alegrete, São Borja, Itaqui, Caçapava do Sul e Dom Pedrito.  O total de recursos para os investimentos na universidade é de R$ 60 milhões. Em 2006, R$ 30 milhões já foram investidos.

Formada pelos professores Maria Beatriz Luce, Norbeto Hoppen, Gilberto Dias da Cunha, Maria Isabel da Cunha, Jorge Luiz Cunha, Ricardo Lemos Sainz e Evaldo Rodrigues Soares, a comissão será presidida pela professora Maria Beatriz Luce, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e terá suas atividades encerradas no dia 31 de dezembro deste ano ou quando for designado reitor pro tempore.

Expansão — A criação da Unipampa faz parte do programa de expansão universitária do MEC, que tem como meta a criação de dez novas universidades federais (Ifes) e a implantação e consolidação de 48 novos campi universitários.

Com o programa de expansão, iniciado em 2004, o MEC aumentou de forma significativa o número de universidades e de vagas no ensino superior. Em 2002 existiam 43 Ifes. Esse número aumentou para 55 em 2007. Com a expansão, o número de alunos matriculados nas instituições públicas federais aumentará em, aproximadamente, 120 mil. Em 2000, segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 459.011 alunos estavam matriculados nas Ifes. Em 2005, eram cerca de 580 mil alunos.

Gláucia Magalhães

 

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página