Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Ministro incentiva ensino técnico para combater evasão escolar
Início do conteúdo da página
Ações internacionais

Seleção de bolsistas para o Timor termina dia 20

  • Terça-feira, 18 de janeiro de 2005, 08h12
  • Última atualização em Quarta-feira, 09 de maio de 2007, 06h11

Termina nesta quinta-feira, 20, o prazo de inscrição para o Programa de Qualificação de Docentes e Ensino de Língua Portuguesa no Timor Leste, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), que tem por objetivo selecionar até 50 bolsistas, em várias áreas do conhecimento, para o desenvolvimento de pesquisa e qualificação de docentes de diversos níveis das escolas no território timorense. O prazo de duração do contrato é de 12 meses, com possibilidade de renovação por igual período. A bolsa mensal é de US$ 1,1 mil.

O número de inscritos, até o momento, já ultrapassa a casa dos seis mil e as previsões é que chegue a dez mil. Segundo Benício Viero Schimidt, coordenador-geral de Cooperação Internacional da Capes, três componentes estão contribuindo para o grande número de inscrições: a solidariedade internacional, docentes e pesquisadores brasileiros aposentados e o desemprego de pessoas qualificadas. "São muitas as inscrições de brasileiros que têm formação política e que querem ajudar um país desconhecido da nossa cultura, mas acessível. Há também muitos professores, e até pesquisadores renomados, que estão aposentados, mas ainda são ativos e gostariam de exercer um tipo de trabalho com feição internacional. Por último, o desemprego de gente qualificada ou a insatisfação com o emprego", explicou Schimidt.

Áreas excluídas - A responsável pela execução do programa Capes/Timor Leste, Maria Luiza Pereira de Carvalho, frisou que quatro áreas do conhecimento estão excluídas deste programa. São elas: artes, música, história e geografia.

Maria Luiza destacou também que o programa exige, no mínimo, a graduação completa do candidato. "É importante que isso fique bem claro. Para se inscrever, é necessário que o candidato tenha graduação completa nas diversas áreas de conhecimento, considerando-se prioritárias as áreas de letras-língua portuguesa, matemática, biologia, física, química, educação e administração. Ele tem de ser brasileiro e ter experiência docente, dado o grande número de inscritos até o momento", explicou.

O candidato selecionado receberá seguro-saúde, auxílio-instalação, transporte aéreo entre os dois países e treinamento. A Capes não se responsabiliza por nenhum custo adicional e sua responsabilidade se restringe apenas à pessoa selecionada.

Os coordenadores da Capes solicitam que somente as pessoas que preenchem todos os requisitos devem se candidatar. "Nós não estamos dando vazão à análise dos dados", disse Maria Luíza.

Timor Leste - Pela Constituição do país, o português e o inglês são as duas línguas oficiais do Timor Leste. Lá, o português é falado por 5% da população. Mas, existem outras 35 línguas nativas na região, sendo que 85% falam o Tetum.

A população é de 830 mil habitantes. Aproximadamente 49% tem entre zero e 14 anos. O mesmo percentual alcança os que estão na faixa etária de 15 a 64 anos. O Timor Leste possui cerca de 40% da população vivendo abaixo da linha nacional de pobreza.

Decreto - O Programa de Qualificação de Docentes e Ensino de Língua Portuguesa no Timor Leste foi instituído pelo Decreto nº 222, de 19 de novembro de 2004, com o objetivo de fortalecer a cooperação técnica na área educacional entre o Brasil e o Timor Leste, país da parte oriental da Ilha de Timor, localizada entre a Indonésia e a Austrália.

Inscrição - Os candidatos devem encaminhar até 20 de janeiro, por meio do endereço eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., currículo e carta dirigidos à Capes solicitando a candidatura. Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone 0800 616161 do MEC.

Repórteres: Sonia Jacinto e Ionice Lorenzoni

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página