Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Projeto em escola goiana ajuda alunos a estabelecer objetivos
Início do conteúdo da página
Prêmio Vivaleitura

Vencedores serão conhecidos em solenidade na quinta-feira

  • Terça-feira, 20 de outubro de 2009, 15h40
  • Última atualização em Terça-feira, 20 de outubro de 2009, 15h43

As atividades de leitura nas escolas renderam mais de 50% dos projetos inscritos no Vivaleitura 2009. (Foto: Júlio César Paes)Um passeio pelo Museu da Língua Portuguesa, na Praça da Luz, em São Paulo, é o prêmio cultural que receberão os 15 finalistas do concurso Vivaleitura 2009. O outro prêmio, de R$ 90 mil, será distribuído aos três vencedores, um por categoria. Eles serão conhecidos durante a solenidade de entrega do prêmio, nesta quinta-feira, 22, às 20h30, na sede do Museu da Língua Portuguesa.


Instalado em um prédio construído no século 19, com três andares e 4,3 mil metros quadrados, o museu tem salas para exposições, projeção de filmes, leitura e pesquisa que possibilitam uma viagem pelo mundo da nossa língua. Será nesse espaço que os finalistas, selecionados entre 1.803 projetos vindos das cinco regiões do país, vão conhecer os ganhadores.


As experiências que disputam o Vivaleitura são de Minas Gerais (quatro concorrentes), São Paulo (dois), Mato Grosso (dois), além de Bahia, Ceará, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Santa Catarina, Paraíba e Rio de Janeiro, com um projeto cada. A relação está na página eletrônica do prêmio.


A comissão julgadora também escolheu cinco projetos para receber menção honrosa: Parada Cultural – biblioteca popular 24 horas, Programa Arca das Letras e Programa Prazer em ler, desenvolvidos no Distrito Federal; Flipinha: programa educativo, de Paraty (RJ), e Programa Carro-biblioteca-frente de leitura, de Belo Horizonte.


Promoção conjunta dos ministérios da Educação e da Cultura, o Vivaleitura é coordenado pela Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e tem o patrocínio da Fundação Santillana, da Espanha. O Conselho Nacional dos Secretários de Educação e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação apóiam a iniciativa.


Entre os objetivos do prêmio, estão o de aumentar e melhorar o acesso dos cidadãos à leitura, valorizar o livro como instrumento cultural e apoiar a criação e a produção de obras literárias. Desde a criação do prêmio em 2006, o Vivaleitura já distribuiu R$ 270 mil em dinheiro.

Ionice Lorenzoni

Assunto(s): Prêmio Viva Leitura
X
Fim do conteúdo da página