Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Conheça as cinco competências cobradas na redação do Enem
Início do conteúdo da página
Direitos humanos

Experiências educacionais podem ser inscritas até segunda-feira

  • Quinta-feira, 11 de setembro de 2014, 13h01
  • Última atualização em Quinta-feira, 11 de setembro de 2014, 13h01

Experiências desenvolvidas por instituições com atuação destacada na área de educação em direitos humanos devem ser inscritas até segunda-feira, 15, no Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos. Podem concorrer instituições públicas e particulares de educação básica e superior, secretarias estaduais e municipais de educação e instituições de educação não formal. Nesta edição, serão distribuídos R$ 100 mil em premiações.

As instituições podem inscrever trabalhos desenvolvidos em parceria com outras entidades ou organizações da sociedade civil, como associações de pais e mestres, grêmios estudantis, diretórios acadêmicos, conselhos escolares municipais e estaduais de educação, sindicatos, igrejas e demais entidades vinculadas à educação e à cultura. O objetivo do prêmio, bianual, é contribuir para a formação de uma cultura que defenda valores, atitudes e práticas sociais que respeitem os direitos dos cidadãos na sociedade.

Quatro categorias serão premiadas:

• As Secretarias de Educação na Construção da Educação em Direitos Humanos.
• A Educação em Direitos Humanos na Escola.
• A Formação, a Pesquisa e a Extensão em Educação em Direitos Humanos.
• A Sociedade na Educação em Direitos Humanos.

A quarta edição do prêmio é promovida pelo Ministério da Educação e pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, sob a coordenação da Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI), com o apoio da Fundação SM. O regulamento prevê R$ 15 mil para o primeiro colocado e de R$ 5 mil para o segundo. As escolas públicas concorrem entre si, da mesma forma que as particulares. Haverá menção honrosa para a melhor iniciativa em educação indígena.

Em 2012, concorreram ao prêmio 200 projetos. O número chegou a 220 em 2012. A cerimônia de entrega da premiação está prevista para novembro próximo, durante a Conferência Nacional de Educação.

As inscrições, gratuitas, devem ser feitas na página do Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos na internet.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página