Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Abertas as inscrições para o PAS
Início do conteúdo da página
Idiomas sem Fronteiras

Acordo prevê oferta de cursos e intercâmbio com a Itália

  • Quinta-feira, 06 de agosto de 2015, 10h29
  • Última atualização em Quinta-feira, 06 de agosto de 2015, 10h29

O ministro Janine Ribeiro e o embaixador Raffaele Trombetta firmaram o compromisso para a oferta de cursos de italiano a estudantes de universidades públicas e a futuros bolsistas do Ciência sem Fronteiras e de outros programas de mobilidade acadêmica (foto: Isabelle Araújo/MEC)Estudantes brasileiros de graduação e pós-graduação podem contar em breve com cursos on-line e intercâmbio para o aprendizado de italiano pelo programa Idiomas sem Fronteiras. É o que prevê memorando de entendimento assinado esta semana entre o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, e o embaixador da Itália no Brasil, Raffaele Trombetta.

Considerada a aprendizagem de línguas estrangeiras como ferramenta indispensável para o desenvolvimento de programas de mobilidade e para a internacionalização da educação superior, o Ministério da Educação brasileiro e a Embaixada da Itália pretendem oferecer a aprendizagem de italiano a estudantes de universidades públicas, a futuros bolsistas do programa Ciência sem Fronteiras e a outros programas de mobilidade acadêmica.

O memorando prevê ações como um curso on-line, em níveis A1 e A2, com o limite de mil senhas de acesso, destinado a estudantes brasileiros de universidades públicas aprovados em edital de seleção do Idioma sem Fronteiras–Italiano, e a estudantes homologados pelo Ciência sem Fronteiras com destino à Itália. Além disso, o documento prevê o auxílio, pelo país europeu, para o ensino presencial de italiano nos núcleos de línguas das instituições de educação superior cadastradas no Idiomas sem Fronteiras, além da articulação para elaboração de testes válidos como comprovação de nivelamento no idioma.

O memorando prevê ainda o intercâmbio entre professores brasileiros e italianos para o aperfeiçoamento do idioma estrangeiro no país receptor, simultaneamente à experiência de ministrar aulas de português e italiano para estrangeiros em universidades. O memorando é válido por quatro anos.

Assessoria de Comunicação Social

 

X
Fim do conteúdo da página