Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Conheça as cinco competências cobradas na redação do Enem
Início do conteúdo da página
Outras

Prorrogado até 15 de outubro prazo de inscrição para o ProJovem

  • Quarta-feira, 28 de setembro de 2005, 16h52
  • Última atualização em Segunda-feira, 04 de junho de 2007, 04h34

O prazo para inscrições no Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem), que terminaria nesta quarta-feira, 28, foi prorrogado até o dia 15 de outubro na maioria das capitais e no Distrito Federal. A decisão visa ampliar a oportunidade de inclusão de milhares de jovens que não conseguiram se inscrever até a data inicialmente estabelecida. O prazo é diferenciado apenas para Belo Horizonte, Macapá e Recife, onde as metas previstas já foram superadas: os jovens residentes nessas capitais terão até 5 de outubro para se inscrever.

A inscrição é gratuita e feita pelo telefone 0800-6427777, diariamente, das 6h às 24h, inclusive nos finais de semana. Podem se inscrever jovens de 18 a 24 anos, que terminaram a quarta série, mas não concluíram o ensino fundamental, que residam na capital e que não trabalham ou não têm carteira profissional assinada. O candidato deve fornecer dados pessoais e residenciais: identidade, nome da mãe e endereço completo (se possível, com o CEP).

Parceria - Criado pelo presidente Lula em fevereiro, o ProJovem é executado pela Secretaria Nacional de Juventude, ligada à Secretaria-Geral da Presidência da República. O programa é desenvolvido em parceria com as prefeituras das capitais e o governo do Distrito Federal. Além do MEC, os ministérios do Trabalho e Emprego e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome também participam do programa. O orçamento para este ano é de R$ 311 milhões.

A central de atendimento do ProJovem recebe perto de 40 mil chamadas por dia, e, dessas, cerca de oito mil, em média, são transformadas em inscrições. Caso o número de inscritos seja maior que o de vagas, um sorteio eletrônico definirá os candidatos que poderão fazer a matrícula e estabelecerá a ordem da lista de espera. O curso tem duração de um ano e permitirá ao jovem concluir o ensino fundamental, aprender uma profissão, desenvolver atividades de interesse comunitário e receber R$ 100,00 por mês.

Inovação - O programa tem proposta pedagógica inovadora e integra ações de elevação de escolaridade, formação profissional e atividade comunitária, ambas desenvolvidas simultaneamente em todas as etapas do curso. Com essa sistemática, pretende-se garantir o interesse dos alunos de forma a evitar a evasão e estimular a participação e o protagonismo juvenil, além de facilitar a inclusão do jovem no mercado de trabalho. O ProJovem integra os programas Brasil Alfabetizado, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e o Programa de Integração da Educação Profissional ao Ensino Médio (Proeja), do Ministério da Educação.

Em cada capital será oferecida a formação em quatro áreas profissionais escolhidas pela administração local conforme as necessidades do mercado regional. Os jovens também terão aulas de inglês e de informática e sairão do curso capacitados para operar os principais programas de computadores e elaborar páginas para inclusão na internet.

Mais informações na Secretaria-Geral da Presidência da República (SGPR), pelo telefone (61) 3411-1407, ou na página eletrônica da Secretaria

Repórter: Sonia Jacinto, com informações da Assessoria de Comunicação da SGPR

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página